Teresinha Medeiros tem plano de atuar com foco na geração de emprego e renda

Segundo a candidata, o programa tem caráter social e visa atender a população de baixa renda e que precisa de atenção mais especial da parte dos poderes públicos

22/10/2020 09:55h

Compartilhar no

A vereadora Teresinha Medeiros, candidata à reeleição pelo Partido Social Liberal (PSL), ao fazer um balanço de sua atuação como parlamentar nesse primeiro mandato, destaca projetos na área social, citando a Lei sancionada pelo prefeito Firmino Filho que estabeleceu notificação compulsória para casos de violência contra crianças, adolescentes e mulheres, atendidos em serviços de urgência e emergência, público e privado, bem como na rede de atenção básica à saúde, em Teresina.

Teresinha Medeiros, candidata à reeleição pelo Partido Social Liberal (PSL) - Foto: Elias Fontinele/ODIA

A candidata do PSL faz um apelo aos teresinenses que avaliem o seu trabalho como vereadora de Teresina nesses anos e que lhe permita mais um mandato para que possa dar continuidade ao seu trabalho iniciado no mandato que está se encerrando. Nessa campanha, vem defendendo projetos na área da economia, principalmente voltados para a geração de emprego e renda. "Esse é um grande desafio, mas que estamos levantando essa bandeira para impulsionar a economia da capital, seu desenvolvimento", pontua a vereadora.

Ainda de acordo com a candidata, esse programa de geração de empregos e renda tem caráter social, porque visa atender a população de baixa renda e que precisa de uma atenção mais especial da parte dos poderes públicos. "Temos trabalhado um planejamento estratégico de médio e longo prazo para que as mulheres, a população em geral e a cidade de Teresina possa melhorar cada vez mais as condições de vida de seu povo", enfatiza Teresinha.

Na certeza de que seus projetos aprovados no primeiro mandato e o que pretende defender a partir de janeiro de 2021, acredita que proporcionou e que vai ainda mais impulsionar o desenvolvimento econômico e social de Teresina.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no
Por: Luiz Carlos de Oliveira - Jornal O DIA

Deixe seu comentário