• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Teresa Britto nega preferência do PV por Charles da Silveira

A parlamentar diz que o diretório municipal do partido tem autonomia, mas citou que Silvio Mendes e Luciano Nunes também possuem a simpatia da sigla.

27/01/2020 10:50h

A deputada estadual Teresa Britto, presidente regional do PV, negou que a sigla tenha preferência pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde, Charles da Silveira, na disputa para escolher quem será o candidato a prefeito pela base do Palácio da Cidade. A parlamentar diz que o diretório municipal do partido tem autonomia, mas citou que Silvio Mendes e Luciano Nunes também possuem a simpatia da sigla.

“A escolha tem que ver quem é o melhor e as pesquisas sempre podem refletir bem o cenário. É preciso ver quem tem a melhor desenvoltura, temos nomes excelentes como o próprio Charles da Silveira, além do Silvio Mendes e Luciano Nunes. Todos tem uma grande capacidade de gerir bem Teresina. Não temos dificuldades com nenhum dos nomes, mas temos sempre que conversar, participar da elaboração do plano de governo e ouvir o próprio diretório municipal”, pontuou Britto.

A deputada citou que há três anos o PV se articula para aumentar o número de filiados e que a expectativa é eleger de dois a três vereadores em Teresina neste ano. Aliada do grupo que comanda a Prefeitura de Teresina, ela defendeu a comparação entre as gestões municipal e estadual como forma de apresentar ao eleitor o modelo de governar dos grupos políticos que vão disputar o Palácio da Cidade.

Teresa Britto exemplificou a questão da saúde. Ela citou que enquanto o município de Teresina gasta 36% das receitas com a área, o Estado se esforça para atingir o percentual estipulado pela Constituição, que é de 12%.  “Teresina teria que contribuir apenas com a alta complexidade, mas não, no interior a situação é de sofrimento e a Capital acaba fazendo mais do que sua obrigação”, diz ela.

Edição: João Magalhães

Deixe seu comentário