Solidariedade e Democratas disputam filiação de Mão Santa

O prefeito de Parnaíba ainda não definiu o seu próximo destino partidário

12/05/2019 09:49h

Compartilhar no

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa (Sem partido), ainda não definiu o seu próximo destino partidário. O grupo político liderado por ele no litoral está divido entre Solidariedade e Democratas, duas das siglas que querem tê-lo na como representante nas próximas eleições municipais.

Neste final de semana, o presidente estadual do Solidariedade, deputado Evaldo Gomes, esteve em Parnaíba e reafirmou o convite à Mão Santa. A ideia é que ele retorne à sigla que o elegeu prefeito da segunda maior cidade do Piauí, nas eleições de 2016.

“Estamos trabalhando para fortalecer o partido. O Mão Santa é um ex-governador, é um ex-senador, uma liderança que merece o nosso respeito. Por uma questão de circunstância da gestão anterior, ele saiu do partido, mas fomos até ele reforçar o convite para que ele possa retornar. Ele colocou que ainda tem tempo para tomar a decisão”, explicou Evaldo, que durante sua passagem por Parnaíba recebeu de Mão Santa a Medalha do Mérito Municipal.

Outro partido que também espera contar com Mão Santa nas próximas eleições é o Democratas, presidido no Piauí pelo ex vice-prefeito de Teresina, Rooney Lustosa. As articulações passam pelo presidente nacional da Sigla, ACM Neto, e pelo ex-deputado federal, Heráclito Fortes.


Compartilhar no
Por: Natanael Souza

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário