Retornando à Secretaria de Segurança, Fábio Abreu define principais metas

A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado na última quarta-feira (27), junto com a exoneração do Coronel Rubens Pereira, que estava interinamente na função.

29/03/2019 06:55h

Compartilhar no

O deputado federal Fábio Abreu (PR) reassume nesta sexta-feira (29) o comando da Secretaria de Estado da Segurança Pública do Piauí. Ele deixou a pasta ano passado, para concorrer a reeleição, e volta a chefia da pasta em solenidade marcada para às 11h30, no Palácio de Karnak.  A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado na última quarta-feira (27), junto com a exoneração do Coronel Rubens Pereira, que estava interinamente na função.

Ao O Dia, Abreu classificou como principais metas a implementação do Plano Estadual de Segurança Pública, elaborado na sua primeira passagem pela pasta, bem como a reestruturação das Polícias Civil e Militar do Piauí. Além disso, cita a criação do Sistema Estadual de Gestão Integrada de Riscos.


Fábio Abreu retorna à Secretaria de Segurança - Foto: Assis Fernandes/O Dia

“Uma outra meta é implementar esse sistema que, na prática, já temos no Código do Processo Penal e na Lei de Execuções Penais, mas com certeza o Piauí será pioneiro com o Sistema de Avaliação de Risco. Iremos cumprir o que a lei diz e cumprir o principal deste provimento, que é não deixar que nossos presídios sejam ‘escolas do crime’”, afirmou o secretário.

A criação desse novo sistema, no entanto, é uma matéria que ainda precisa ser aprovada na Assembleia Legislativa (Alepi). Abreu considera participar e atuar mais ativamente na discussão do projeto no parlamento. “Vou acompanhar de perto”, pontuou.

Ainda que deixe o mandato de parlamentar para assumir a pasta da Segurança Pública piauiense, Fábio Abreu já disse que deve retornar à Câmara Federal para votações importantes, como na da reforma da Previdência.

Compartilhar no
Por: Breno Cavalcante - Jornal O Dia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário