• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

PSOL confirma candidatura própria à Prefeitura de Teresina

De acordo com ele, alguns nomes de filiados já se colocaram à disposição para a disputa, mas a definição deve acontecer somente no próximo ano.

03/12/2019 12:26h

O presidente do diretório estadual do PSOL, Waldilio Siso, confirmou que a sigla terá candidatura própria nas eleições majoritárias do próximo ano em Teresina. De acordo com ele, alguns nomes de filiados já se colocaram à disposição para a disputa, mas a definição deve acontecer somente no próximo ano. 


“Desde que o partido foi fundado, a gente tem feito algumas alianças com partidos de esquerda e, certamente, vamos lançar candidato a prefeito em 2020. Temos vários nomes que já se colocam à disposição e outros que podem surgir no momento adequado”, confirmou. 

Entre os possíveis nomes cotados nos quadros do PSOL, estão o advogado Maklandel Aquino, que disputou a Prefeitura nas eleições de 2012; o professor Everton Diego, que disputou o Palácio da Cidade em 2016; e a professora universitária Suely Rodrigues, que disputou o governo do Estado nas eleições do ano passado. 

Eleição proporcional 

Na disputa proporcional, o PSOL deve investir nas candidaturas coletivas, onde um grupo de pessoas é o responsável por realizar a campanha  e pela condução do mandato, caso a  eleição seja efetivada. 

“Essas candidaturas levam em primazia a consideração de que a política não deve começar por um nome de uma pessoa, de forma nominal e personalística,  e com um projeto. Nós acreditamos que as candidaturas coletivas representam um importante espaço de democratização e de ampliação da participação dos diversos coletivos”, explicou o presidente estadual do PSOL, Waldilio Siso.


Edição: João Magalhães
Por: Natanael Souza

Deixe seu comentário