• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Prefeitura de Campo Maior teve prejuízo de R$ 15 milhões em 2019

O município perdeu cerca de R$ 15 milhões entre bloqueios judiciais para pagamento de dívidas de gestões passadas e quedas de repasse.

31/01/2020 08:30h

Um relatório da Secretaria de Finanças da Prefeitura de Campo Maior apontou que em 2019, o município perdeu cerca de R$ 15 milhões entre bloqueios judiciais para pagamento de dívidas de gestões passadas e quedas de repasse. 

Segundo a prefeitura da cidade, os recursos foram bloqueados pelo Tribunal Regional do Trabalho (R$ 1.552.304,90 milhão), Tribunal de Justiça (R$ 869.376,34 mil) e pela Receita Federal referente a parcelamentos do INSS (2.002.000,00 milhões) e parcelamento do PASEP (R$ 672.000,00 mil). 

Ribinha lamentou a queda nos repasses e os bloqueios em contas. (Foto: Arquivo O Dia)

O total dos bloqueios alcançou mais de R$ 5 milhões. O prejuízo também veio pela queda de repasses federais e estaduais. Se comparado com o ano de 2018, o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) caiu R$ 2.710.276,16 milhões. 

Já no ICMS, a queda foi mais de R$ 7 milhões, o que equivale a -30% a menos para o município. Houve diminuição também no valor da CIDE no total de R$ 41 mil. De acordo com o prefeito Ribinha, os episódios prejudicaram o pagamento de servidores e investimentos em áreas como a infraestrutura e comprometeu o planejamento financeiro da pasta.

“Nós tínhamos um planejamento para 2019 que envolvia a infraestrutura dos bairros. Porém, tudo ficou comprometido pelos altos valores que foram sendo retirados por culpa de um passado negro em Campo Maior. Até o pagamento de servidores, que é o que mais prezamos, ficou comprometido em algumas situações”, disse. 

O gestor avalia que neste ano a expectativa é de melhorias na área econômica. Ele afirma que o planejamento da Prefeitura é para viabilizar obras e investimentos sociais neste ano.

Por: João Magalhães

Deixe seu comentário