Políticos piauienses lamentam a morte de Bruno Covas, prefeito de São Paulo

Bruno Covas, que faleceu na manhã deste domingo (16) em decorrência de um câncer.

16/05/2021 11:11h

Compartilhar no

Alguns políticos piauienses usaram suas redes sociais para lamentar a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas, que faleceu na manhã deste domingo (16) em decorrência de um câncer. Covas lutava contra a doença há mais de um ano e estava internado no Hospital Sírio-Libanês. 

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), destacou a força do gestor ao enfrentar a doença, que partiu muito jovem, com apenas 41 anos. Dias acrescentou ainda que essa é uma perda muito dolorosa, tanto para São Paulo como para o Brasil, devido à trajetória que Covas desempenhou ao longo de sua carreira política.

A primeira dama e deputada federal, Rejane Dias (PT), também lamentou a morte do prefeito de São Paulo. “Você foi forte e lutou bravamente até o final!  Bruno Covas foi um exemplo de político dedicado, forte e aguerrido com o seu propósito. Hoje, lamentamos a perda de um grande nome da política brasileira, uma partida precoce ocasionada por uma doença que ainda tem levado muitas pessoas queridas. Meus sentimentos a família e amigos neste momento tão difícil”, diz a publicação.

A deputada federal Margarete Coelho, do Progressistas, publicou uma foto em que Bruno Covas aparece em uma cama de hospital ao lado do filho Tomás, de apenas 15 anos. Na mensagem postada em sua rede social, a deputada desejou que o filho do prefeito seja forte neste momento.

O delegado Samuel Silveira também utilizou sua rede social para lamentar a morte  do gestor paulista. No sábado, Samuel havia publicado uma postagem pedindo orações para Bruno. “O Brasil perdeu Bruno Covas, uma liderança promissora, jovem prefeito de São Paulo. Bruno lutava contra o câncer há dois anos e faleceu aos 41 anos. Que Deus possa confortar sua família e amigos”.

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário