PODEMOS propõe migração do PSL para disputar vagas na Alepi

O convite foi feito, primeiramente, ao presidente do diretório estadual do PSL, Sérgio Bandeira

22/07/2017 09:10h

Compartilhar no

O recém-criado PODEMOS já iniciou as conversações para tentar formar sua base na Capital e no Estado. A primeira investida de Silas Freire, presidente estadual do partido, foi nos filiados do PSL. O deputado quer que os membros da sigla sejam remanejados para o PODEMOS para que, assim, possam disputar as próximas eleições pela legenda. 


Silas Freire quer que os membros da sigla sejam remanejados para o PODEMOS (Foto: Assis Fernandes/ODIA)

Ao Jornal O DIA, Silas Freire declarou, por meio da assessoria de imprensa, que o PODEMOS tem interesse em nomes do PSL para disputar cadeiras na Assembleia Legislativa. “Com essa concepção o PODEMOS parte para uma realidade, de eleger duas vagas na Assembleia; uma vaga de um candidato do Centro Norte e outra candidatura do sul do Piauí”, pontuou. 

O convite foi feito, primeiramente, ao presidente do diretório estadual do PSL, que ficou responsável de estendê-lo aos demais membros. Sérgio Bandeira, que é pré-candidato a deputado estadual, disse que a decisão só deverá ser tomada após as votações da Reforma Política no Congresso. Além disso, ele também pretende conversar com o prefeito Firmino Filho (PSDB) sobre o assunto. “Vamos conversar com os líderes do partido na Capital e com os líderes do Estado, e também com o prefeito. O PSL faz parte da base governista na Câmara e possui duas secretárias, e o Silas já marchou contra o prefeito no passado. Eu não vou tomar decisão isolada, mas confesso que fiquei entusiasmado. Gostei da ideia de juntarmos nosso trabalho porque temos os mesmos ideais”, explicou Sérgio Bandeira. 

O presidente do partido disse ainda que, caso não seja aprovada a ideia de migração dos filiados, o PSL pode sair em coligação com o PODEMOS no ano que vem. “Outra alternativa é nos juntar, fazer uma coligação, ficando no PSL mesmo, para fortalecermos nossas candidaturas”, ressaltou. 

No Piauí, o PSL possui duas cadeiras na Câmara Municipal de Teresina com os vereadores Luís André e Teresinha Medeiros; dois secretários na administração municipal, Renato Berger, na secretaria de esporte e lazer, e Ricardo Bandeira, na secretaria de economia solidária; e 16 vereadores pelo Estado. 

Compartilhar no
Por: Ithyara Borges

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário