PMDB mantém Renan líder do Senado e defendem reforma trabalhista

Membros da bancada entraram em consenso sobre a permanência do senador no cargo, contanto que ele não faça mais comentários em nome do grupo

31/05/2017 10:10h

Compartilhar no

Após reunião de cerca de duas horas nesta terça-feira, a bancada do PMDB no Senado decidiu que o líder Renan Calheiros (PMDB-AL) continuará no cargo. Sem votação, os integrantes do partido fizeram um acordo simbólico para manter Renan na liderança, desde que ele não faça mais comentários contra as medidas econômicas do governo em nome da bancada.

 Foto: Jane de Araújo /Agência Senado

Cotado para substituir Renan, o senador Raimundo Lira (PMDB-PB) disse que o Renan concordou em não falar mais sobre as reformas trabalhista e previdenciária como líder. Nestes casos, avaliados como “temas de discordância”, os vice-líderes do PMDB vão se pronunciar: Kátia Abreu (TO), aliada de Renan, e Valdir Raupp (RO). “Os vice-líderes estão aí para falar pela bancada quando Renan não concordar”, explicou Lira.

Compartilhar no
Fonte: Veja

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário