• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Ida de Elisangela Moura na Alepi fortalece o PCdoB, avalia Enzo

O parlamentar, que coordenou a campanha eleitoral da ainda suplente em Teresina, também destacou a importância de ter uma colega de partido no legislativo estadual.

29/05/2019 12:50h - Atualizado em 29/05/2019 12:59h

O PCdoB vive a expectativa de assumir uma cadeira na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), com a possível convocação de Elisangela Moura, suplente da coligação governista, e aumentar sua representação política no estado. “Com certeza, ela ocupando essa vaga o partido fica muito mais fortalecido”, declarou Enzo Samuel, vereador da sigla na capital.

O parlamentar, que coordenou a campanha eleitoral da ainda suplente em Teresina, também destacou a importância de ter uma colega de partido no legislativo estadual. Para ele, mais que o PCdoB, será beneficiado o segmento dos trabalhadores rurais, principal bandeira política de Elizangela.

“Essa vaga será bem ocupada. Ela irá representar um segmento que hoje não é tão forte dentro da Assembleia, que são os trabalhadores rurais. Quem ganha com isso não é somente o partido, mas a classe dos trabalhadores rurais. Vou torcer para que ela possa assumir o quanto antes”, comentou o vereador.

A representatividade no parlamento do estado pode beneficiar o PCdoB nas eleições municipais do ano que vem. Como já afirmado pelo presidente da legenda comunista no Piauí, Osmar Jr., atual secretário de Governo de Wellington Dias (PT), quem deve coordenar esse processo em Teresina é o próprio Enzo, que defende uma manutenção na aliança com o prefeito Firmino Filho (PSDB).

“A gente tem que sentar e começar a conversar. Para comandarmos um processo é preciso muita responsabilidade, vamos ter que discutir a própria questão da majoritária, que todo mundo sabe minha opinião, que é continuar marchando com o prefeito”, frisou o parlamentar da capital.

Edição: João Magalhães
Por: Breno Cavalcante - Foto: Assis Fernandes/ODIA

Deixe seu comentário