• Dia do PI 2018
  • Banner boticário Malbec Magnetic
  • TV O DIA - fullbanner w3b
  • TV O Dia - fullbanner

Não irei disputar eleições da OAB Piauí esse ano, diz Chico Lucas

Presidente da Ordem no Piauí comenta questões da advocacia e garante que não estará no processo eleitoral desse ano, nem da OAB e nem das eleições de outubro

12/02/2018 08:50h - Atualizado em 12/02/2018 09:05h

O mais jovem presidente da seccional piauiense da Ordem dos Advogados do Piauí, Chico Lucas, falou com a reportagem do ODIA sobre as ações administrativas que está adotando a frente da instituição. Assuntos polêmicos como o aumento da anuidade da categoria, funcionamento do judiciário em dois turnos, concurso para os cartórios, por exemplo, foram temas da conversa. 

Ao ODIA, Chico Lucas revelou que irá cumprir o compromisso firmado com a advocacia de que cumpriria seu mandato até o fim e que não seria candidato à reeleição. O presidente falou também sobre as lembranças de seu nome para disputar as eleições gerais e deu garantias de que não colocará o nome na disputa, mas que, enquanto Ordem, acompanhará o processo eleitoral de perto. Confira: 


Foto: Moura Alves/O Dia

ODIA: Uma das reivindicações da OAB é o funcionamento do Judiciário em dois turnos. O TJ, entretanto, vem postergando essa decisão alegando, sobretudo, questões financeiras. Como a OAB está acompanhando essa questão? Os atendimentos em dois turnos ainda estão longe de se tornar uma realidade? 

Chico Lucas: Na verdade, o Tribunal já está se preparando para funcionar em dois turnos. Há uma série de tratativas, tanto com o presidente do Tribunal, desembargador Erivan Lopes, quanto com o corregedor, desembargador Ricardo Gentil, e a promessa é que nesse mês de fevereiro uma série de atos normativos sejam votados porque precisa de uma série de arcabouços jurídicos para que o Judiciário funcione em dois turnos. A gente tem esperança e muita expectativa e confiança nesses dirigentes do Tribunal de Justiça para que ele comece a funcionar ainda nesse semestre nos dois turnos. Isso seria uma vitória para toda a sociedade piauiense. É uma das nossas buscas é que os serviços públicos funcionem em dois turnos, não só o judiciário, mas as repartições públicas em geral. Todos os estabelecimentos, como shoppings, lojas, comércio funcionam em dois turnos, porque que o serviço público só funciona em um? Limita muito o acesso aos usuários.


Confira a entrevista na íntegra aqui. 

Por: Ithyara Borges e Mayara Martins - Jornal O Dia

Deixe seu comentário






Enquete

Um jovem morreu ao sofrer descarga elétrica colocando celular para carregar. Quais cuidados você toma em relação a isso?

ver resultado