• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Margarete: 'divisão entre deputados travou votação do pacote anticrime'

A deputada acredita que como as questões de maior embate foram superadas, será mais fácil a conclusão da tramitação das respectivas matérias.

17/07/2019 06:54h - Atualizado em 17/07/2019 12:47h

A conclusão da votação do relatório do pacote anticrime e anticorrupção, no grupo de trabalho criado na Câmara Federal para analisar as matérias, ficou para depois do recesso parlamentar. Coordenadora do colegiado, a deputada Margarete Coelho (Progressistas) aposta na produção de um bom texto para avaliação em Plenário, no entanto, reconhece a complexidade a ser enfrentada, dado o clima de acirramento político na Casa.

"Legislar em matéria penal não é fácil, não é simples, é complexo porque a matéria exige isso mesmo e porque mexe muito com as convicções pessoais de cada um. E a Casa está muito dividida, a gente sabe disso. Então, é trabalhar, olhar pra frente, focar num bom texto, buscar consensos e aí certamente conseguirmos avançar na votação no Plenário", avaliou a coordenadora do grupo, que reúne 16 deputados.


A deputada piauiense preside o grupo de trabalho que analisa as medidas sugeridas por Sérgio Moro - Foto: O Dia

Desde sua criação, o grupo parlamentar realizou uma série de audiências públicas com juristas, juízes, promotores, procuradores, professores e especialistas do campo jurídico para discutir o assunto. Após esta etapa, o relator dos projetos, deputado Capitão Augusto (PL-SP), apresentou o relatório final, que já foi aprovado parcialmente.

Margarete acredita que como as questões de maior embate foram superadas, será mais fácil a conclusão da tramitação das respectivas matérias. "Votamos até agora três temas: a questão da prisão em segunda instância, ou seja a execução provisória de penas, a questão da perda de bens e votamos também a questão do banco de perfil balístico. Então, a partir de agora, os temas são mais consensuais, aqueles mais complexos a gente já avançou bastante", avaliou.

Vale ressaltar que o pacote anticrime é uma idealização do ex-juiz federal e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Por: Breno Cavalcante - Jornal O Dia

Deixe seu comentário