Margarete comanda reunião de grupo de trabalho com Alexandre de Moraes

Entre os presentes estavam o ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre Garcia e Rodrigo Maia, presidente da Câmara Federal.

27/03/2019 06:49h

Compartilhar no

O grupo de trabalho criado na Câmara dos Deputados para discutir o pacote anticrime elaborado pelo Ministério da Justiça se reuniu nesta terça-feira (26). Sob a coordenação da deputada federal piauiense Margarete Coelho (Progressistas), a reunião contou com a participação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes; do presidente da Câmara, Rodrigo Maia e de representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Durante o encontro, Alexandre de Moraes apresentou para o grupo algumas propostas que, segundo ele, podem trazer melhorias nos processos que vão desde o pré-inquérito até a investigação e processo de execução. “Atualmente, nós prendemos muito e prendemos mal. Aproximadamente 1/3 dos presos hoje são em função de crimes sem violência ou grave ameaça. Dessa forma, nós levamos um exército  para as facções criminosas ao encarcerar essas pessoas”, disse Moraes.


A deputada diz que o grupo não vai protelar as discussões. Marcelo Freixo, do PSOL, também compõe o grupo de trabalho - Foto: Divulgação

Já Margarete Coelho destacou que o plano de trabalho apresentado inclui, dentre outras coisas, a divisão temática de assuntos e a previsão de audiências públicas com especialistas e a sociedade civil. “Nossa intenção é fazer a compatibilização dos projetos que já tramitam na Casa e entregar para o plenário um bom produto, e principalmente, um projeto em que a sociedade se identifique. O encontro com o ministro Alexandre de Moraes foi muito proveitoso e já temos nossas primeiras diretrizes traçadas para a construção de um projeto final”, informou Margarete.

A deputada também destacou que em nenhum momento os trabalhos serão utilizados de forma protelatória. “O grupo, em nenhum momento, tem caráter protelatório. Pensamos que o objetivo é, na realidade, ganhar não só tempo, mas também qualidade com o amadurecimento das propostas”, finalizou.

Compartilhar no
Por: Natanael Souza - Jornal O Dia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário