Manifestantes fazem protesto durante casamento de filha de ministro

Maria Victoria (PP) deve se casar na Igreja do Rosário, no Centro de Curitiba. Cerimônia de recepção dos convidados foi alvo de polêmica em prédio histórico.

15/07/2017 08:34h

Compartilhar no

Um grupo de manifestantes realizou um protesto em frente à Igreja do Rosário, no Centro de Curitiba. O local foi palco do casamento da deputada estadual Maria Victoria (PP), que é filha da vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti e do ministro da saúde Ricardo Barros.

O protesto foi organizado pelas redes sociais e teve a participação de movimentos sindicalistas. Até a última atualização desta reportagem, ainda não havia um número oficial de participantes.

O casamento virou notícia por causa da festa, que ocorreu no Palácio Garibaldi, que fica a alguns metros da igreja. O espaço recebeu uma estrutura metálica para acomodar os convidados. No entanto, a montagem da estrutura começou a ser feita sem autorização dos órgãos de controle, já que o prédio é tombado pelo Patrimônio Histórico do Paraná.

Após vistorias, a Secretaria de Estado da Cultura disse que iria liberar o casamento, mas deve aplicar uma multa contra a Associação Giuseppe Garibaldi, dona do espaço, pela intervenção na fachada do prédio.

A Polícia Militar acompanhou o ato. Segundo a assessoria da PM, a presença dos policiais foi ocasional, devido à Operação Hermes, que visa aumentar a segurança em ruas do centro de Curitiba.

Conforme a PM, a operação começou na quinta-feira (13), com o reforço de policiais e carros na região da Praça Tiradentes, que fica a algumas quadras do local do casamento. Ao detectar o protesto, os policiais se deslocaram ao local, para garantir a segurança.

A PM disse ainda que respeita o direito de manifestação dos cidadãos e só interfere se algo fugir à normalidade.

Compartilhar no
Fonte: G1

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário