Major Diego confirma que Bolsonaristas do Piauí devem se filiar ao Partido Liberal

Alinhados com Wellington Dias, rival de Bolsonaro, dois deputados estaduais, Coronel Carlos Augusto e Dr. Hélio, já confirmaram a saída do partido.

05/12/2021 11:43h - Atualizado em 05/12/2021 11:48h

Compartilhar no

O Presidente da Associação de Oficiais Militares do Piauí (Amepi), Major Diego Melo, confirmou, em entrevista exclusiva ao Portal ODia, que o caminho natural dos apoiadores do presidente da República, Jair Bolsonaro, será a filiação ao Partido Liberal no Piauí. Em processo de esvaziamento após a filiação do Presidente a sigla, que ocorreu no último dia 30, o PL deve perder os deputados estaduais e federais que hoje estão na legendaAlinhados com Wellington Dias, rival de Bolsonaro, dois deputados estaduais, Coronel Carlos Augusto e Dr. Hélio, já confirmaram a saída do partido . O presidente do PL no estado, Fábio Xavier, e os deputados federais Fábio Abreu e Marina Santos também devem deixar a sigla, porém ainda não oficializaram a decisão.

Tristeza para uns, felicidade para outros. Para Major Diego, um dos maiores líderes do Bolsonarismo no estado, o passo dado pelo Presidente da República foi muito importante no projeto político de reeleição em 2022. Uma das maiores siglas do Brasil, o PL deve receber várias filiações no estado, a de Major Diego é uma delas, como ele mesmo revela. “Fico muito feliz com a situação do Presidente Bolsonaro, agora no PL, com isso ele organiza os bolsonaristas, os admiradores, aqueles que queiram ser candidatos que apoiem o presidente no Brasil todo. Lógico que isso vai se dar passo a passo, é um partido já grande que tem uma estrutura grande em todo o país. Espero que aqui no Piauí e no resto do Brasil isso aconteça com harmonia e bom senso”, disse o militar.


Leia Mais: 
Após chegada de Bolsonaro, começa a debandada do PL no Piauí 
Carlos Augusto manda recado a Fábio Xavier: “Na Alepi, não discuto ideologia partidária” 
Wellington diz que até a próxima semana espera resolver imbróglio com deputados do PL 
“Ficou desconfortável estar ao lado de Bolsonaro”, diz Dr. Hélio ao confirmar saída do PL 

O dirigente associativo ainda cobrou coerência daqueles que não apoiam Bolsonaro e mais uma vez ressaltou que o projeto político do Presidente é para reestruturar valores primordiais da sociedade que estariam sendo destruídos pela esquerda. “Aqueles que querem realmente apoiar o Bolsonaro que possam ir para o PL e aqueles que não concordam que busquem uma sigla partidária em que estejam coerentes nela, assim construir essa possibilidade de mudança que o Bolsonaro representa para todos os brasileiros. De romper com o sistema viciado em corrupção, no aumento de imposto e restrição de liberdade, valorizando a família e deus acima de tudo”, finalizou Major Diego Melo. 

FOTO: Elias Fontenele/ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário