• Oxenthe! Sunset
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Joice Hasselman diz que vai trabalhar para eleger candidatos no Piauí

A intenção é trabalhar nomes novos para disputarem cadeiras nos legislativos municipais e a Prefeitura de Teresina

09/02/2019 10:42h

Em visita ao Piauí, a deputada federal Joice Hasselman (PSL-SP) afirmou que vai trabalhar para eleger nomes do seu grupo político no estado nas próximas eleições. Casada com um piauiense, Joice quer trabalhar nomes novos para disputarem cadeiras nos legislativos municipais e a Prefeitura de Teresina. 

“Eu vou ter uma participação muito atuante nas próximas eleições aqui no Piauí e em outros estados do nordeste. Não vou dizer que possa ser eu, efetivamente, a disputar qualquer cargo, mas eu vou colocar o meu ‘dedinho’ aqui no Piauí para fazer candidatos e candidatas, tanto à prefeitura como para Câmara, e isso também vai acontecer daqui a quatro anos.  A minha missão é não deixar vida fácil para o PT nesse estado, ou em qualquer estado que eu possa atuar”, afirmou a deputada. 

(Foto: Natanael Souza)

Joice Hasselman também voltou a fazer duras críticas às atuações do governador Wellington Dias (PT) e de sua vice, Regina Sousa (PT). “O Piauí merece políticos melhores, não podemos ficar subjugados a esses tipos de políticos que se acham deuses. Alguém tem que se levantar aqui dentro do Piauí para representar esse povo, e não essa gente que fica aí mamando nas tetas do governo. A justiça está na cola do Wellington Dias. A vida dele não vai ser fácil como foi no primeiro mandato”, pontou. 

Eleita em 2018, com mais de 1 milhão de votos, Joice Hasselman se tornou a deputada federal mais votada história do Brasil, fazendo campanha, quase que exclusivamente, pelas redes sociais, que para ela vão continuar tendo um papel fundamental nas discussões politicas do Brasil. “Foram as eleições das redes sociais. Daqui pra frente a gente não tem como voltar atrás. As redes sociais aproximam o político do eleitor, que está disposto a perguntar, cobrar os seus representantes. A tendência é que isso seja mais intensificado”, avaliou. 


Por: Natanael Souza

Deixe seu comentário