• Enem
  • Jovens escritores 2019
  • Banner paraíba
  • AZ no rádio
  • cachoeir piaui
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Joaquim do Arroz diz que avalia cenário político para escolher novo partido

O vereador era filiado ao PRP, que foi incorporado ao Patriota, o qual, por seu turno, compõe a base do prefeito Firmino Filho (PSDB) em Teresina, posição que motivou Joaquim do Arroz a pedir sua desfiliação.

09/05/2019 15:51h

O vereador Joaquim do Arroz afirmou nesta quinta-feira (9) que ainda não decidiu a qual partido deve se filiar, mas revela que já recebeu convites de algumas agremiações. 

O vereador era filiado ao PRP, que foi incorporado ao Patriota, o qual, por seu turno, compõe a base do prefeito Firmino Filho (PSDB) em Teresina, posição que motivou Joaquim do Arroz a pedir sua desfiliação, tendo em vista que ele é um dos poucos parlamentares da Câmara Municipal que integram a oposição ao tucano.

"Não é bom ficar sem partido. Mas eu preciso encontrar um partido que se alinhe com a nossa ideologia de servir, de prestar serviço à sociedade. Não adianta a gente ir pra partido sem coerência, só por oportunidades. Acho que a gente tem que fazer um partido em cima da nossa coerência política, da nossa filosofia de trabalho", afirma o vereador. 

Joaquim diz que está avaliando minuciosamente o cenário político do estado antes de decidir o partido para o qual pretende ir.

"O Piauí tem tido muitos conflitos partidários, conflitos de grupos, e na vida a gente tem que ter lado. Então, eu tenho que ver como as coisas vão se acomodar, para tomar meu rumo e escolher meu lado", acrescentou o parlamentar.

Com a incorporação do PRP, o Patriota formaria a maior bancada isolada da Câmara, caso Joaquim decidisse permanecer. 



Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário