• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Governo do Estado estuda nova operação de crédito em agosto

Na manhã de ontem (16), o governo do Estado conseguiu junto a Assembleia, autorização para pedir R$ 1,5 bilhão.

17/07/2019 06:43h

Recém autorizado a contratar um novo empréstimo de R$ 1,5 bilhão para pagamento de precatórios, o Governo do Estado estuda uma nova operação de crédito com aval da União e aderir ao Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal (PEF), o chamado “Plano Mansueto”, que ainda precisa ser aprovado na Câmara e no Senado Federal.

“Vamos pleitear essa operação de crédito em agosto quando for aprovado o Plano Mansueto, que já está no Congresso Nacional e possibilita os estados com nota C, como é o caso do Piauí, buscar operações de crédito”, afirmou o secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles.


O secretário de Fazenda, Rafael Fonteles, detalhou a situação fiscal do Piauí aos parlamentares - Foto: O Dia

Para ter acesso à operação de crédito, os estados terão que adotar medidas de ajuste fiscal, dentre elas a utilização dos recursos para quitação de dívidas. O Plano Mansueto prevê que em 2022 os estados com nota C subam para B. A escala vai de A (melhor) a D (pior), o que é completamente possível para Fonteles. “Os números revelam que a trajetória da dívida do Estado está diminuindo”, disse.

Vale destacar que além do recente empréstimo autorizado pelo legislativo estadual e da eventual adesão ao novo Plano Mansueto , o Governo possui outros empréstimos, como os do Finisa I e II, firmados com a Caixa Econômica Federal. O percentual O percentual da Dívida Consolidada (DV) em relação à Receita Corrente Líquida (RCL) piauiense foi de 67,63% em 2018.

Por: Breno Cavalcante - Jornal O Dia

Deixe seu comentário