• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Governador embarca para quinta viagem internacional em 2019

A vice, Regina Sousa, deve assumir durante a ausência de Wellington Dias

16/11/2019 08:36h - Atualizado em 17/11/2019 16:40h

O governador Wellington Dias (PT) embarca neste sábado (16) para mais uma agenda internacional, a quinta somente em 2019. Desta vez ele irá integrar o grupo de trabalho do Consórcio Nordeste com outros gestores da região, que se reunirá com autoridades, empresários e investidores da França, Alemanha e Itália para celebração de convênios. Com a nova ausência de Dias, a vice-governadora Regina Sousa (PT) deve assumir provisoriamente o Executivo estadual. 

Governador Wellington Dias (Foto: ODIA)

A expectativa desta, que é uma das primeiras articulações internacionais do Consórcio, é atrair investimentos destes países para áreas integradoras da região, como sustentabilidade, infraestrutura, turismo, saúde, segurança pública, saneamento e energias limpas, inclusive com a perspectiva da abertura de parcerias públicos privadas.

“Vamos celebrar parcerias com os governos, com as representações empresariais interessadas em uma agenda no Brasil. Com a Unesco, com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola, a Agência Francesa de Desenvolvimento e KSW”, disse o governador.

Além de Wellington Dias e do presidente do Consórcio Nordeste, o governador Rui Costa, da Bahia, participam da missão internacional os governadores Renan Filho, de Alagoas, Camilo Santana, do Ceará, João Azevêdo, da Paraíba, Paulo Câmara, de Pernambuco, Fátima Bezerra, do Rio Grande do Norte, e Belivaldo Chagas, de Sergipe, assim como o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão.

Ao todo, o governador realizou quatro viagens internacionais este ano. Ele esteve em Israel e nos Estados Unidos no incio do ano acompanhado esposa, deputada Rejane Dias, ambas em caráter particular. Em agosto participou, com outros governadores brasileiro, de um evento com investidores na China e, mais recentemente, viajou ao Vaticano, onde participou do encerramento do Sínodo da Amazônia, todas as viagens foram autorizadas pela Assembleia Legislativa (Alepi).


Por: Breno Cavalcante

Deixe seu comentário