• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Governador decreta reajuste de gratificação a policiais civis e militares

O reajuste custará algo em torno de R$ 17 mi anuais aos cofres públicos, sendo R$ 12 mi do Tesouro Estadual e R$ 5 mi do Fundo Nacional de Segurança.

20/02/2020 12:15h

O governador Wellington Dias (PT) assinou, na manhã desta quinta-feira (20), um decreto para reajustar o valor das diárias pagas aos policiais civis e militares do estado durante operações planejadas. A estimativa é que os agentes de segurança escalados para ações durante o feriado de carnaval já sejam contemplados pela nova regra. 


Leia também: PMs e bombeiros reivindicam reposição salarial de quase 20% 


“Isso é muito importante para as atividades das duas polícias e das condições para que essas operações se efetivem. Isso vai melhorar a vida do policial, que terá um aumento de 50% na sua gratificação, e o desempenho da polícia no combate a eventuais crimes que ocorram em nosso estado”, explica o secretário de Governo, Osmar Jr.

Sendo assim, policiais escalados para operações planejadas terão direito a diárias de até R$ 250 por cada seis horas trabalhadas. O secretário estadual de Segurança Pública, Fábio Abreu, também ressalta ainda a previsão de acréscimo aos comandantes de unidades e agentes que atuam em Grupamentos da Polícia Militar (GPM) em municípios do interior. “Já foi acordado com o governador, estamos finalizando só os valores”, reforça.

Segundo avaliação do Governo, o reajuste no benefício dos policiais custará algo em torno de R$ 17 milhões anuais aos cofres públicos, sendo R$ 12 milhões oriundos do Tesouro Estadual e outros R$ 5 milhões dos recursos provenientes do  Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP).

Por: Breno Cavalcante

Deixe seu comentário