• Natal
  • Policlinica
  • Motociclista
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Governadores cobram reinclusão de estados e municípios em reforma

Wellington Dias e os demais governadores do Nordeste da região cobraram, ainda, que médicos estrangeiros voltem a atuar no sistema de saúde.

26/06/2019 17:08h - Atualizado em 27/06/2019 08:01h

Durante nova reunião do Fórum de Governadores do Nordeste, nesta quarta-feira (26), em Brasília, os gestores dos estados voltaram a apresentar uma série de pautas que esperam ver aprovadas pelo Governo Federal e pelo Congresso, como a criação e organização do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste e a retomada da parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), entidade ligada à Organização Mundial da Saúde (OMS), para que profissionais estrangeiros voltem a prestar serviços ao sistema de saúde nos estados nordestinos.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), esteve presente no encontro.

No encontro, os governadores também insistiram para que estados e municípios sejam incluídos na reforma da Previdência. “Manifestamos interesse de diálogo até que seja apreciado o relatório da reforma na comissão e plenário. Neste aspecto, o ponto é que temos uma realidade na qual há necessidade de encontrar solução definitiva, pois não se resolve apenas com alíquota e tempo de contribuição. Precisamos de cobertura para o déficit da previdência”, afirmou Wellington Dias.

Governadores do Nordeste voltaram a se reunir nesta quarta-feira, em Brasília (Foto: André Oliveira / CCom)

Segundo o governador do Piauí, os gestores concordaram que as receitas que estão sob apreciação da Câmara e do Senado, tais como a cessão onerosa de gás e petróleo e o Fundo Social do Pré-Sal sejam vinculadas à cobertura do déficit. 

“O Brasil não é só Previdência, precisa seguir crescendo, gerando emprego e renda, fazendo a economia crescer, investindo em diferentes áreas. Essa proposta de cobertura do déficit proporcionaria condições aos estados, municípios e à própria União para voltarem a ter capacidade de investimento. Temos uma preocupação com a sustentabilidade da democracia e do crescimento econômico”, afirmou Dias.

Sobre a reinclusão dos estados e municípios na reforma da Previdência, Rodrigo Maia disse acreditar que é possível haver um acordo a favor da proposta ainda na comissão especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição.

“A ideia é garantir uma votação forte da Previdência, somada à certeza de que atenderemos a federação como um todo e não apenas a reforma federal, pois, sem a reforma em estados e municípios, em um curto prazo estaremos com novos e antigos problemas, já que a situação deles vai piorar. É importante que governadores e senadores cedam um pouco para que possamos avançar”, afirmou Maia.

Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário