Flávio Nogueira teme que desarticulação faça reforma ser reprovada

“O governo é desarticulado politicamente e parece, ou nos passa a impressão, de que quer manter sua militância com o mesmo discurso da campanha eleitoral", disse o deputado.

26/03/2019 07:17h

Compartilhar no

Assim como vários outros parlamentares, o deputado federal Flávio Nogueira (PDT) criticou a falta de diálogo entre presidente Jair Bolsonaro (PSL) e a Câmara Federal, principalmente em relação a Reforma da Previdência que tramita naquela Casa. Ele acredita que sem uma interlocução clara, a matéria corre o risco de não ser aprovada. 

“O governo é desarticulado politicamente e parece, ou nos passa a impressão, de que quer manter sua militância com o mesmo discurso da campanha eleitoral (...) Se não houver uma maior articulação, pode não ser aprovada, mas acho que já há pessoas, tanto do governo quanto do poder Legislativo, tentando dirimir essas desavenças, para o bem do Brasil”, disse o piauiense. 


Flávio Nogueira - Foto: Arquivo O Dia

Para Flávio Nogueira, o distanciamento de Rodrigo Maia, presidente da Câmara do governo pode ser mais prejudicial ainda para a condução da Previdência. 

“Rodrigo Maia tem contato direto com todos os parlamentares e exerce uma grande influência e liderança sobre todos os 513 deputados. Para se passar uma reforma dessa amplitude, é necessário que o governo tenha uma pessoa que possa estar dialogando com Legislativo”, considera o pedetista. 

Na avaliação de Nogueira, o estabelecimento de articulação política é fundamental, já que entende como necessária uma mudança no sistema previdenciário do país. “Acho que como está, mesmo com muito diálogo, a reforma não passa, mas tirando alguns pontos que achamos que são necessários para sua aprovação, poderei sim votar favoravelmente”, finaliza.

Compartilhar no
Por: Breno Cavalcante - Jornal O Dia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário