• Novo app Jornal O Dia
  • ITNET
  • TV O DIA att
  • TV O Dia - fullbanner

Erro na Funai

Leia a coluna Roda Viva desta segunda-feira.

07/01/2019 18:29h

Erro na Funai

Márcio Santilli, ex-presidente da Funai, criticou com veemência a decisão do governo Bolsonaro de transferir o órgão do Ministério da Justiça para o Ministério da Agricultura, uma das medidas mais polêmicas tomada pelo novo presidente nesta primeira semana de gestão. "Foi uma decisão equivocada. O Ministério da Justiça tem um papel muito importante em relação às minorias e processos de demarcação. Foi uma perda muito grande", alertou Santilli. Membros do governo argumentam que as demarcações vinham ocorrendo de forma descontrolada e, em alguns casos, com base em laudos fraudulentos. O fato é que as regras para o processo de demarcação poderiam ser discutidas com muito mais imparcialidade sob a coordenação do Ministério da Justiça. Entregar essa discussão para uma pasta comandada por uma deputada que representa os interesses dos grandes empresários do agronegócio é uma ameaça retumbante aos povos indígenas do país.

"O presidente Jair Bolsonaro agiu com total respeito ao Norte e ao Nordeste, prorrogando os incentivos para essas duas regiões. É uma das poucas formas de corrigir distorções seculares entre regiões brasileiras. Precisamos combater as desigualdades com desigualdades que favorecem os menores. Da transmissão de cargo do ministro Paulo Guedes, saí muito convencido de que a vontade é de trabalhar. Estão no caminho certo" - avaliação é do deputado federal Júlio César (PSD), que deve se tornar um dos parlamentares piauienses mais influentes junto ao novo governo. Ele também prestigiou a sessão no Congresso em que Bolsonaro tomou posse.

Reforço contra a dengue

Em solenidade que acontece nesta terça-feira, no Núcleo do Ministério da Saúde em Teresina, serão entregues 50 picapes modelo Mitsubishi L200 para uso em ações do Programa Nacional de Controle da Dengue destinados à 50 prefeituras do Piauí.

Ceir de volta

O Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) retomará os atendimentos nesta segunda-feira (7), após recesso coletivo. Serão retomadas as atividades multidisciplinares direcionadas aos pacientes e familiares. Todos os serviços são realizados por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Serviços

Administrado pela Associação Reabilitar, uma organização social sem fins lucrativos, com a finalidade de atender pessoas com deficiência no Piauí, o Ceir completou 10 anos de fundação em 2018. O Centro também é responsável por ofertar serviços de reabilitação intelectual; Programa de Saúde Auditiva; Oficina Ortopédica; Centro de Diagnóstico; e Clínica de Microcefalia.

O senador Ciro Nogueira e a deputada federal Iracema Portella, ambos do Progressistas, foram padrinhos de casamento do advogado Bruno Roberto (PR), 31 anos, que foi candidato a vice-governador da Paraíba na chapa encabeçada por Zé Maranhão (MDB), terceiro colocado na disputa, cujo vencedor foi João Azevêdo, do PSB. A cerimônia ocorreu neste fim de semana.


Deixe seu comentário