• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Em reunião com Bolsonaro, Dias discutiu obras de infraestrutura

O governador pediu apoio do governo federal para ampliar a capacidade de operação do Porto de Luís Correia e a retomada da obra da Transnordestina.

18/08/2019 13:30h

A pauta da reunião do governador Wellington Dias com o presidente Jair Bolsonaro, na última quarta-feira (14) foi infraestrutura. Segundo o gestor estadual, foram discutidas a possibilidade de abertura de parcerias com o setor privado para dar continuidade a obras importantes para o Estado, bem como o apoio do governo federal para atender à necessidade de ampliação das operações do Porto de Luís Correia e sua integração com a Capital, além da retomada das obras da Ferrovia Transnordesrtina.

O encontro aconteceu quando da visita do presidente a Parnaíba, onde inaugurou uma escola militar e recebeu o título de Cidadão Parnaibano. Na ocasião, Bolsonaro sobrevoou os tabuleiros litorâneos e conheceu um pouco das potencialidades do Piauí no setor da fruticultura. Isso, segundo Wellington, é importante para que o governo federal compreenda a necessidade de apoiar o andamento de obras que facilitem o transporte de mercadorias e que ampliem a capacidade de importação e exportação no Piauí.

“Neste mês de agosto, está sendo retomada a obra da Ferrovia Transnordestina, mas temos ainda a necessidade de ter o Porto de Luís Correia integrado à Capital e integrado com a ferrovia também. Ele [Bolsonaro] pediu que eu tratasse diretamente com a ministra da Agricultura e com o ministro da Infraestrutura, com quem já estamos dialogando. Estamos trabalhando para fazer um porto de pequeno porte, pensando em um ponto turístico e um porto pesqueiro, mas abriu-se possibilidades reais de empresas brasileiras com empresas de fora, como da China, por exemplo, de impor um maio porte”, explicou Wellington.

Além da ampliação da capacidade de operação do Porto de Luís Correia, o governador mencionou ainda a recuperação do transporte ferroviário no Piauí para melhorar a circulação dos produtos não só no Estado, mas no Nordeste como um todo e com outras regiões. “Estamos falando aqui de recuperar a ferrovia em bitola larga de Luís Correia até a Capital e daqui até Simplício Mendes, onde ela se integra à Transnordestina. E temos ali em Eliseu Martins a Transcerrados e, com isso, a gente integra a região do Matopiba com a região Norte, que também tem muito potencial”.

Ampliação dos Tabuleiros

Outro ponto que, segundo Wellington, também foi debatido na reunião foi a retomada da obra e a ampliação dos Tabuleiros Litorâneos. O governador informou que o Piauí tem um contrato de R$ 196 milhões com o governo federal que estava paralisado. “A União atualizou os pagamentos com a liberação de R$ 88 milhões. Temos hoje cerca de 7 mil hectares sendo trabalhados e a ideia é de chegar a 10 mil hectares”.

A ampliação, segundo ele, vai permitir aumentar a produção na área da fruticultura e gerar mais empregos.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário