Edson Melo critica PSDB na oposição a Bolsonaro: "Adversário é o PT"

Os tucanos abriram ainda discussão sobre um possível impeachment de Bolsonaro

10/09/2021 10:42h - Atualizado em 10/09/2021 10:58h

Compartilhar no

O vereador Edson Mello (PSDB) fez críticas à decisão do PSDB de ir para a oposição de Jair Bolsonaro, em Brasília. Na última quarta (08) o partido decidiu que fará uma oposição mais contundente ao presidente após os atos de Sete de Setembro. A decisão foi tomada após reunião do presidente da sigla, o ex-deputado Bruno Araújo, com a cúpula do partido.

Foto: Arquivo O DIA

Os tucanos abriram ainda discussão sobre um possível impeachment de Bolsonaro. Sétima maior bancada da Câmara, com 33 deputados, os parlamentares do partido se dividem entre João Dória e Eduardo Leite para a presidência da República. 

Edson Mello confirmou a divisão profunda que existe na bancada federal e lamentou a decisão por aproximar o PSDB do seu principal rival, o PT.

"O PSDB nacional está em uma situação bastante complicada, tendo em vista que nossos adversários nacionais e estaduais é o ex-presidente Lula e é o PT. Esse distanciamento do Bolsonaro nos leva a marchar junto com o PT, o que incomoda muitos tucanos. Inclusive, hoje a bancada do PSDB no congresso federal está totalmente dividida, isso não é bom", pontuou o vereador.

"A estratégia do partido era se manter na oposição, mas pontuando, apresentando propostas e críticas construtivas, mas isso não aconteceu. Os ânimos se acirraram e existe uma tendência ao partido se aproximar da esquerda", Completou Edson Melo. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário