Dudu vai acionar órgãos de controle para fiscalizar despesas da FMS

“Ficou claro no discurso do Dr. Silvio que há má gerenciamento da saúde de Teresina", disse o vereador.

09/06/2017 08:34h

Compartilhar no

As declarações do presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Silvio Mendes (PP), durante a audiência pública ocorrida na última quarta-feira (07) na Câmara Municipal vão sustentar uma ação do vereador Dudu. O petista afirmou que vai usar os dados fornecidos pelo gestor para pedir que os órgãos de controle fiscalizem as despesas da fundação. 

Parlamentar disse que há má gerenciamento da saúde em Teresina, resultado em má qualidade do serviço (Foto: Assis Fernandes/ O Dia)
Dudu declarou que vai solicitar uma análise dos contratos da FMS junto ao MPF, MPPI e ao TCE. “Ficou claro no discurso do Dr. Silvio que há má gerenciamento da saúde de Teresina, o que culminou em uma péssima qualidade de serviços à população. E não é de hoje. Ele disse que está analisando todos os contratos. Então, ele próprio está desconfiado que ali houve ou há várias irregularidades”, pontuou. 

Entre as declarações destacadas pelo vereador está a da negociação com um empresa contratada por meio de licitação para o fornecimento de internet. Silvio Mendes afirmou que conseguiu reduzir em 40% as despesas com o serviço. Além disso, Dudu ressaltou o cancelamento do contrato de aluguel de 18 carros cabine dupla que Silvio Mendes julgou desnecessário. 

Sobre o atraso dos repasses do governo estadual para FMS, que segundo Silvio Mendes não acontece desde dezembro do ano passado, Dudu disse que entrou em contato com o Secretário Florentino Neto (PT) e que foi informado da regularização dos repasses. Para o vereador, ‘o caos’ na saúde municipal não é decorrente da falta de dinheiro, mas sim da administração dos recursos. 

O Florentino me confirmou hoje [quinta-feira] que foram pagas duas parcelas e que já foi escalonado para pagar e regularizar os repasses. Agora, o volume desse dinheiro não é o que atrapalha a saúde, não é o que está deixando um caos no HUT, nas unidades básicas e a falta de pagamento dos servidores”, finalizou Dudu.

Compartilhar no
Por: Ithyara Borges

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário