Deputados vão a justiça para resolver crise do Transporte em Teresina

Após mais de uma semana do fim da CPI dos transportes, a prefeitura ainda não esboçou qualquer atitude para tentar solucionar o problema

02/09/2021 07:54h - Atualizado em 02/09/2021 08:40h

Compartilhar no

A Assembleia Legislativa do Piauí aprovou, na tarde da última quarta (01), dois requerimentos do deputado estadual Franzé Silva (PT) cobrando a regularização do transporte público em Teresina. Após mais de uma semana do fim da CPI dos transportes, a gestão municipal ainda não esboçou qualquer atitude para tentar solucionar o problema. Na última semana Dr. Pessoa nomeou o secretário de planejamento, João Henrique, para se reunir com os empresários e apresentar uma alternativa. Dias depois do anúncio o próprio prefeito Pessoa se desentendeu com o secretário e a solução voltou a estaca zero.

De acordo com levantamentos apresentados na CPI, a frota de veículos circulando caiu para abaixo de 50% em 2021. De 250 mil passageiros transportados, em média por dia antes da pandemia, hoje temos apenas 40 mil usuários utilizando o transporte diariamente. A CPI recomendou a Prefeitura um rompimento do contrato com os empresários e a contratação emergencial de veículos para posteriormente se realizar outra licitação, a proposta já foi descartada pelo palácio da cidade.

De acordo com o requerimento de Franzé Silva, a Prefeitura de Teresina e os órgãos de fiscalização e controle do sistema, devem tomar providências para normalizar os serviços de transporte de passageiros na capital. Ao prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, o deputado solicitou que sejam cumpridas as cláusulas contratuais firmadas entre as empresas e o município.

Em um segundo requerimento, Franzé vai além e pede que sejam encaminhados ao procurador-geral de Justiçado Estado, Cleanto Alves de Moura, à procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho, Maria Helena Moura Rego, e à presidente do Tribunal de Contas do Estado, Lilian Martins, a solicitação de providências quanto às conclusões da Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara Municipal de Teresina que apontou várias irregularidades no sistema de transporte de Teresina.

Além de Franzé, os deputados Gessivaldo Isaías (Republicanos), Coronel Carlos Augusto (PL), Marden Menezes (PSDB) e a deputada Teresa Brito (PV) já apresentaram críticas contra a gestão de Dr. Pessoa na condução da crise dos transportes.

FOTO: Assis Fernandes

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário