• credshop
  • TV O Dia - fullbanner
  • ExpoTeresina
  • drogarias globo
  • Unifsa
  • Sinhá
  • HOFV
  • rr mi
  • onix
  • predial
  • Itacor 310518
  • Marcas Inesquecíveis 2018 26/03

Deputados irão à Alepi apenas 2 dias na semana até as eleições

A decisão foi tomada em uma reunião com lideranças partidárias e de bancada, e possibilita aos parlamentares fazerem pré-campanha.

13/06/2018 13:07h - Atualizado em 13/06/2018 13:24h

O número de deputados faltosos nas reuniões das comissões e sessões no plenário da Assembléia Legislativa do Piauí (Alepi), nesse período que antecede as eleições, tem dificultado a aprovação de projetos na casa. Para remediar o problema, a mesa diretora da Casa definiu dois dias na semana para que os parlamentares compareçam e votem matérias em tramitação. A decisão foi tomada em uma reunião com lideranças partidárias e de bancada nesta quarta-feira (13).

Themístocles Filho (MDB), presidente da Alepi, explicou que ficou acordado a presença obrigatória dos deputados ao plenário nas terças e quartas-feiras, para possibilitar as votações necessárias. “Às segundas e quintas-feiras tem discurso e requerimentos que podem ser feitos, menos Projetos de Lei, que é necessário um quórum qualificado”, esclareceu.

O presidente considera que acordos como esse são perfeitamente normais em anos de eleições, já que muitos dos titulares da Alepi tentam viabilizar sua reeleição, mas ressalta que isso não pode afetar o bom andamento das votações. Para ele, é possível conciliar a agenda de viagens com os dias estabelecidos para que compareçam ao plenário.

Para o deputado Francisco Limma (PT), o entendimento entre os parlamentares é importante para que questões do interesse público não sejam prejudicados por falta de quórum. “Os deputados devem se fazer presente nas reuniões das comissões e também nas sessões plenárias para pode votar as matérias que são de interesse da sociedade”, finalizou.

Por outro lado, o deputado Robert Rios (DEM), líder da oposição, defendeu as faltas dos parlamentares e disse que reconhece a necessidade de viajar até às bases eleitorais e políticas nesse período. 

Themístocles Filho afirmou que medidas administrativas já estão sendo tomadas e garantiu que haverá corte de pontos dos deputados faltosos. “Quem não seguir a recomendação eu só tenho uma alternativa, é falta”, declarou.


Edição: Nayara Felizardo
Por: Breno Cavalcante

Deixe seu comentário






Enquete

Depois de perder por 3 a 0 para a Croácia, a Argentina é a última colocada do grupo D. Qual você acha que é o mais provável futuro dos 'hermanos' na Copa da Rússia?

ver resultado