Deputado tucano confunde 'Rodrigos' e provoca gargalhadas na CCJ

'Rodrigo Rocha Loures, um dos mais brilhantes criminalistas do Brasil', disse Abi-Ackel, no que foi imediatamente corrigido pelo presidente da CCJ.

14/07/2017 10:23h

Compartilhar no

A sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara que discute a autorização para que o presidente Michel Temer (PMDB) possa ser processado por corrupção passiva no Supremo Tribunal Federal gerou vários momentos de tensão ao longo desta quinta-feira. Mas gerou também ao menos um momento de risos generalizados.
O deputado Paulo Abi-Ackel (Foto: Divulgação)

Foi quando o deputado federal Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), escolhido para apresentar relatório contra o recebimento da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra Temer, chamou de Rodrigo Rocha Loures o presidente da comissão, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG).

“Rodrigo Rocha Loures, um dos mais brilhantes criminalistas do Brasil”, disse Abi-Ackel, no que foi imediatamente corrigido pelo presidente da CCJ: “Rodrigo Pacheco, por favor”, para gargalhadas de deputados, assessores e jornalistas.

Pacheco é advogado, foi diretor da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Minas Gerais e chegou a ser cotado para o Ministério da Justiça. Rocha Loures é ex-deputado federal pelo PMDB-PR, ex-assessor especial de Temer, foi preso e está sendo investigado por corrupção depois de ter sido flagrado correndo em uma rua de São Paulo com uma maleta contendo R$ 500 mil em propina entregues por Ricardo Saud, executivo da JBS.

Compartilhar no
Fonte: Veja Online / Blog Maquiavel

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário