Deputado lamenta aprovação de 100% do capital estrangeiros nas cias aéreas

. Mesmo com a derrota, o parlamentar piauiense reconheceu algumas conquistas aprovadas em conjunto.

23/05/2019 07:42h

Compartilhar no

O plenário da Câmara Federal aprovou, na noite da última terça-feira (21), a Medida Provisória (MP) que permite a participação de até 100% capital estrangeiro em companhias aéreas brasileiras. Contrário ao texto, editado em dezembro do ano passado pelo então presidente Michel Temer (MDB), o deputado Flávio Nogueira lamentou a decisão da maioria do seus pares.


Flávio Nogueira diz que o seu partido é totalmente contra. Foto: O DIA

“A mudança relacionada ao capital, de ser 100% estrangeiro, muitos parlamentares são contra. O meu partido, por exemplo, é totalmente contra. Nós não podemos entregar a aviação brasileira as empresas estrangeiro completamente, achamos que deveria ser no máximo 49% ao capital estrangeiro e 51% ao nacional, mas perdemos”, disse, em entrevista a imprensa local.

Por se tratar de uma MP, o texto precisava ser aprovado pelo Congresso no prazo de 120 para que passasse a ter força de lei. Mesmo com a derrota, o parlamentar piauiense reconheceu algumas conquistas aprovadas em conjunto. “Uma coisa boa foi retornar o direito que tem o passageiro, de levar até 23 kg de bagagem sem estar pagando adicional na passagem”, pontuou.

Passagens aéreas

O deputado ainda informou que uma audiência pública, presidida por ele na comissão de Turismo da Câmara, deve discutir o preço das passagens aéreas no país. “Principalmente para o Nordeste. Às vezes o trecho não é o mesmo mas a distância é a mesma mas com o preço maior para a região”, explica.

Compartilhar no
Edição: Luiz Carlos de Oliveira
Por: Breno Cavalcante

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário