Crise dos ônibus: Após cobranças do MP, vereadores fazem reunião com procurador-geral

O procurador Cleandro Moura reforçou a necessidade de que o município resolva o impasse existente na prestação do serviço

23/09/2021 12:09h - Atualizado em 23/09/2021 12:28h

Compartilhar no

O procurador-geral de Justiça do Piauí, Cleandro Alves de Moura, recebeu, na manhã de hoje (22), uma visita institucional do presidente da Câmara Municipal de Teresina (CMT), Jeová Alencar, e dos vereadores Markim Costa e Enzo Samuel. O encontro ocorreu na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, no Centro de Teresina. A reunião ocorre um dia após o órgão cobrar uma solução para a crise  que se arrasta há nove meses em Teresina.

O chefe do MPPI e os integrantes da CMT dialogaram sobre o estabelecimento de parceria para viabilizar a criação do Procon Câmara Municipal de Teresina. Nessa área de defesa dos direitos do consumidor, o procurador-geral falou, também, que o MPPI pretende retomar as ações envolvendo o Procon Itinerante nos bairros da capital. O objetivo dessa iniciativa é facilitar o acesso dos cidadãos teresinenses aos atendimentos prestados pelo órgão de defesa do consumidor.


Leia Mais:
Sem ônibus, Metrô de Teresina amplia horário de funcionamento para atender passageiros 
Procurador-geral quer data para solução de impasse do transporte coletivo de Teresina 
Empresas de ônibus entregam planilha sobre impactos financeiros à Strans 
Crise no transporte: Para SETUT, quebra de contrato prejudica usuários 

Um dos assuntos tratados durante o encontro foi a atual situação do transporte público da capital piauiense. O PGJ reforçou a necessidade de que o município resolva o impasse existente na prestação desse serviço para que o mesmo retorne à normalidade.

Ontem, Cleandro Moura participou de uma reunião virtual com representantes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito de Teresina (Strans) e do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Teresina (SETUT) para discutir soluções para a crise do setor na capital. Ele cobrou, na videoconferência, uma data para a solução do impasse que tem causado graves prejuízos à população que utiliza o transporte público.

Foto: Ascom/MPPI

Compartilhar no
Fonte: Com informações do MPPI

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário