• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Coronel Edvaldo Viana descarta PSDB e sinaliza acerto com PSD

O nome do militar é cotado como um dos principais para disputar a Prefeitura de Picos nas eleições municipais.

28/02/2020 08:23h

Cotado como um dos principais nomes para disputar a Prefeitura de Picos nas eleições municipais deste ano, o ex-comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, Coronel Edvaldo Viana, descartou, nesta quinta-feira (27), uma possível filiação ao PSDB.

Segundo o militar, o impasse para o acerto se deu a “imprevistos” com as lideranças locais tucanas, que tentaram inviabilizar sua pré-candidatura majoritária, mesmo esta sendo articulada e avalizada pelo ex-deputado Luciano Nunes, presidente estadual do partido.

“Disseram para mim que não teriam pré-candidato, então fiquei animado, pois iríamos todos juntos. Ao vir para Teresina, anunciaram em Picos que teriam pré-candidato, ou seja, falta de caráter”, disparou Viana em entrevista ao Jornal O Dia.


A briga dele com tucanos locais inviabilizou sua ida ao partido - Foto: O Dia

Embora partidos como o Progressistas (PP) e Solidariedade (SD) tenham manifestado o desejo de ter o ex-comandante em seus quadros, o mesmo sinalizou um provável acerto com o PSD.  “Acho que não irei mais para o PSDB, mas vou conversar com o deputado Júlio César, para vermos a viabilidade disso”, disse.

Edvaldo Viana foi exonerado do comando militar da região de Picos após uma declaração sua, afirmando que bandidos iam “descer nas cordas” caso reagisse à atuação da polícia, viralizar nas redes sociais. Após o episódio, o coronel tirou licença das funções militares mas ganhou ampla força política no município. 

Por: Breno Cavalcante, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário