• Canta
  • SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Consórcio abrirá edital de R$ 2 bi para compras na área da saúde

Anúncio foi feito pelo governador Wellington Dias. Na próxima semana, governadores do Nordeste se reúnem no Piaui para discutir pautas conjuntas.

16/08/2019 12:27h - Atualizado em 17/08/2019 09:26h

Na próxima quinta (22), o Piauí sediará o mais um Encontro de Governadores do Nordeste para discutir pautas de interesse comum dos estados da região e traçar o planejamento de ações serem desenvolvidas de forma conjunta pelos gestores. Entre os assuntos que serão tratados na ocasião está ao lançamento de um edital de mais de R$ 2 bilhões para compras de produtos da área da saúde pelos nove estados.

A informação foi divulgada pelo governador Wellington Dias nesta sexta-feira (16). A abertura do edital, segundo ele, dará uma condição maior dos estados nordestinos movimentarem sua economia. As ações conjuntas fazem parte do chamado Projeto Nordeste Conectado, que prevê, dentre outras coisas, a integração dos serviços de pesquisa e inteligência com intercâmbio de informações entre os estados.

“Essa rede que estamos formando vai trabalhar na integração e qualificação de profissionais da área da saúde nas universidades do Nordeste, na área da Segurança Pública, ampliando as ações de combate à violência não só em âmbito estadual, mas também em âmbito regional, e uma série de outras ações desenvolvidas em conjunto”, explicou o governador.


Foto: Elias Fontinele/O Dia

Na ocasião do Encontro de Governadores, serão recebidos também cerca de 300 empresários para discutir fundos para a região. Membros da Associação Brasileira de Infraestrutura também estarão presentes e participarão de um painel onde cada estado poderá apresentar suas potencialidades e oportunidades de investimento para, depois, serem discutidas as rodadas de negociação com o setor privado.

Dias rebate críticas sobre o Consórcio Nordeste

No último mês de julho, os governadores nordestinos oficializaram a criação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste), que prevê o desenvolvimento de projetos e ações conjuntas nas áreas de infraestrutura e educação, dentre outras. A medida foi criticada pelo governo federal, que classificou a união dos Estados como uma tentativa de separar a região do restante do país.

Ao rebater este argumento, Wellington Dias lembrou que a formação de consórcios interestaduais está prevista na Constituição e é uma forma moderna de administração pública. Ele destacou que o Nordeste não é a única região a criar um consórcio. 

“Existe Consórcio do Norte, Consórcio do Sudeste, então é um instrumento de desenvolvimento que é bom para o Brasil e que é bom também para o Piauí e o que for bom pro nosso estado e pro nosso país, sempre vai ter nosso apoio”, declarou.

Por: Maria Clara Estrêla

Deixe seu comentário