Ciro Nogueira critica reforma administrativa e Dias minimiza declaração

Senador entende que reforma foi insuficiente, tímida e não enxuga a máquina pública estadual.

30/03/2019 08:46h

Compartilhar no

O senador Ciro Nogueira (Progressistas) manifestou descontentamento com a reforma administrativa aprovada pela Assembleia Legislativa e sancionada pelo governo do Estado. Ao participar de evento nessa sexta-feira (28), o presidente nacional do Progressistas avaliou a reforma como tímida e insuficiente para garantir o equilíbrio das contas do Estado. “Esperava uma reforma que cortasse mais coisas. No dia que o Progressistas administrar esse estado vocês vão ver o que nós vamos fazer no enxugamento de máquina”, disparou.

A declaração do senador foi interpretada como uma alfinetada ao governador Wellington Dias (PT) e a equipe responsável pela elaboração do projeto de reforma administrativa. Apesar de estarem na base aliada de Wellington, as principais lideranças do Progressistas fazem questão de afirmar que o partido vai lançar candidatura ao governo do Estado em 2022.

Ciro Nogueira também comentou a disputa por cargos entre os membros da base aliada. Para ele, devem ser adotados critérios técnicos para a distribuição dos espaços na equipe administrativa. “O Progressistas não está com o governador por conta de cargos, tivemos desde 2014 ao lado dele. O Piauí está em um momento de muita dificuldade econômica, que está se agravando. Espero que ele escolha pessoas competentes. Tem gente competente no PT, no MDB, no Progressistas. Espero que o governador saiba escolher. Não podemos entregar qualquer tipo de órgão a pessoas incompetentes”, pontuou.


Governador diz que vê com naturalidade as criticas do aliado e cada um tem uma forma de governar. Foto: Assis Fernandes/ODIA

Wellington Dias minimiza declarações de Ciro Nogueira

O governador Wellington Dias (PT) minimizou as críticas proferidas pelo senador Ciro Nogueira (Progressistas) a respeito da reforma administrativa do governo do Estado. Para Wellington, as medidas que passam a ser implementadas na nova gestão vão garantir que o Piauí alcance melhores índices de desenvolvimento nos próximos anos.

“Eu vejo com naturalidade. É claro que cada um tem o seu estilo e sua forma de fazer as coisas. Eu quero seguir com um plano que tem um objetivo muito claro, que é fazer o Piauí, que era o ‘patinho feio’ do Brasil, chegar em 2022 como um estado com alto desenvolvimento. Significa ter um plano para economia, um plano para o social, um plano para a saúde, e todas ações que trazem aumento na qualidade vida e, portanto, na expectativa de vida”, disse Wellington, ao comentar as declarações do senador.

Ainda de acordo com Wellington, a nova equipe administrativa vai ser orientada a cumprir as metas estabelecidas no plano de governo e buscar adequação à nova realidade administrativa do Estado. “Ao assinar a ata posse, quem está assumindo se compromete com um contrato de gestão, com as metas que foram definidas para cada área, com base no nosso programa de governo. Quero trabalhar para que em cada área a gente tenha pessoas com as condições técnicas para compor a equipe”, afirmou.

Compartilhar no
Por: Natanael Souza

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário