• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

BNDES aprova empréstimo de R$ 30 milhões para Prefeitura

Os recursos integram o projeto Teresina Protege e serão utilizados na expansão do Programa Vila Bairro Segurança.

31/01/2020 09:14h

A diretoria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento de R$ 30 milhões para a Prefeitura de Teresina. Os recursos integram o projeto Teresina Protege e serão utilizados na expansão do Programa Vila Bairro Segurança, fortalecendo a guarda municipal e instalações do Centro de Comando e Controle de Operações

O secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Politicas Integradas, Samuel Silveira, informou que o programa atualiza a estrutura do município com tecnologia para enfrentar a violência. Para ele, a aprovação do empréstimo comprova o trabalho desenvolvido pelo município na captação de recursos externos. 

O secretário Samuel Silveira explicou como os recursos serão aplicados . (Foto: Divulgação)

De acordo com Taísa Idalino, representante do BNDES, o Teresina Protege tem potencial para contribuir na redução dos índices de violência e criminalidade. “O projeto contempla investimentos estruturantes voltados ao fortalecimento da capacidade do município para atuação na prevenção à violência e à criminalidade. Tendo uma abordagem proativa, integrada e multidisciplinar alinhada à nova concepção de segurança pública”, disse.

O projeto Teresina Protege foi elaborado pela Divisão de Políticas Integradas da Semcaspi e teve apoio da Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan) e da Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater). O projeto partiu do diagnóstico no cenário da segurança do município e de uma adaptação do programa “Município Seguro” do Governo Federal. 

O Vila Bairro Segurança foi desenvolvido como projeto-piloto em 13 bairros da zona Norte durante 18 meses e seguiu as orientações de consultoria do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Para conseguir esse financiamento, a Prefeitura de Teresina enviou um projeto de lei à Câmara Municipal em outubro de 2019, quando foi detalhado o plano municipal de segurança pública. O orçamento foi aprovado de forma unânime no legislativo. 

Em seguida, o executivo municipal submeteu o projeto Teresina Protege para apreciação do órgão de financiamento. O investimento do BNDES será utilizado para promover também a compra de centenas de câmeras de vigilância que serão instaladas em toda a cidade, bem como para equipar o Centro de Comando e Controle de Operações (CCO), uma central de tecnologia que vai administrar toda a informação gerada pelas câmeras. 

Fonte: Da Redação

Deixe seu comentário