• SOS Unimed
  • Fagner
  • Trilha das emoções
  • Novo app Jornal O Dia

Assis diz que buscará diálogo sobre candidatura em Teresina

Reeleito presidente do PT estadual, deputado teceu críticas a seu oponente na disputa e que irá buscar o diálogo com

09/09/2019 15:20h - Atualizado em 09/09/2019 20:36h

Vencedor da eleição interna para a presidência do Partido dos Trabalhadores (PT) , o deputado federal Assis Carvalho falou sobre a disputa e criticou o vereador Dudu, concorrente na disputa.

Mesmo após a polêmica envolvendo novas filiações do partido , o deputado, reeleito presidente da sigla, negou, em entrevista ao Sistema O Dia, que exista mal-estar com Dudu, mas não o poupou de críticas. Eleito com mais de 80% dos votos dos filiados do estado, Assis se diz surpreso com a maioria e diz que toda essa discussão acabou lhe beneficiando.


Assis Carvalho fala em harmonizar o PT antes de escolher pré-candidatos (Em Dia News - O Dia TV/Rede TV)

“O eleitor histórico está desanimado e a gente tem que ter a humildade de poder falar sobre ele, mas tem que falar sobre problemas não é agredindo dessa forma como o Dudu faz. [...] isso é um debate desqualificado para o PT e é por isso que, graças a Deus, posso até dizer que o Dudu terminou até me ajudando a dar tantos votos pra mim”, afirma Assis..

Assis disse ainda que, é preciso o vereador mudar sua forma de fazer política partidária e atribui a baixa votação de seu oponente fatos como o posicionamento do vereador na época em que o partido buscava um vice para a chapa governista  em 2018.

À época, o vereador defendeu o nome do deputado estadual Themístocles como vice de Wellington. “Quando nós tivemos um conflito ano passado, o Dudu revelou uma posição diferente do que o PT defendia”, diz o deputado relacionado na escolha do vice de Wellington no ano passado.


Reeleito presidente do PT, Assis Carvalho fala ao Em Dia News. (Foto: Elias Fontenele/O Dia)

Agora, após a eleição da sigla, o presidente afirma que irá reforçar a organização nos municípios e buscará aproximar mais os setores internos, que historicamente sempre levantou a bandeira dos movimentos sociais.

Perguntado sobre o pleito 2020, após a derrota nas urnas em 2018 na campanha para presidente, o parlamentar afirma que o partido saiu das ultimas eleições fortalecido, com maior bancada, e pretende trabalhar nomes para os grandes municípios do estado, inclusive, Teresina.

No diretório municipal da capital quem venceu a eleição foi o deputado estadual Magalhães, que não era da chapa de apoio a Assis, mas mesmo assim o presidente reeleito afirma que irá buscar o diálogo.


Confira como foi a eleição para o diretório estadual do PT no Piauí 

“Vou trabalhar pra isso, muito embora o Magalhães tenha sido vitorioso, não era um nome aliado ao meu, mas vou dialogar com ele, convence-lo, falar com os filiados que o melhor caminho para o PT é uma candidatura própria”, diz o deputado.

Por: Rodrigo Antunes

Deixe seu comentário