• Campanha Mobieduca
  • Teresina shopping
  • HEMOPI - Junho vermelho
  • ITNET
  • Novo app Jornal O Dia
  • TV O DIA att

Arcoverde assume a CCJ, e Madison e Magalhães viram titulares

A primeira reunião da Comissão comandada por Júlio Arcoverde está marcada para a próxima terça-feira, dia 04 de junho.

29/05/2019 08:46h

A nova composição da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa foi definida nessa terça-feira (28), após uma reunião com os líderes dos blocos partidários. O deputado estadual Júlio Arcoverde (Progressistas) foi conduzido por aclamação à presidência da CCJ, substituindo Wilson Brandão (Progressistas), que se afastou da Assembleia para assumir a Secretaria de Mineração do governo do Estado.

Os líderes partidários também definiram algumas mudanças na composição da CCJ. O Progressistas abriu mão da cadeira que era ocupada por Hélio Isaías, que passará a ser ocupada por Cícero Magalhães (PT). Com o arranjo, o PT passa a ficar com duas cadeiras na comissão.


Júlio Arcoverde assumiu a presidência da CCJ - Foto: Poliana Oliveira/O Dia

A outra mudança definida é que o deputado João Madison (MDB) vai ocupar a vaga deixada por Zé Santana (MDB), que também se afastou do parlamento para participar do secretariado estadual.  Com a mudança, o deputado Flávio Nogueira Júnior (PDT) passa a ser o suplente do bloco partidário MDB/PDT na Comissão de Constituição e Justiça. 

A primeira reunião da CCJ comandada por Júlio Arcoverde está marcada para a próxima terça-feira, dia 04 de junho. De acordo com o novo presidente, o objetivo é dar celeridade às matérias que tramitam na comissão, que é considerada a mais importante do legislativo estadual. “Vamos trabalhar para que a gente possa tramitar os projetos com maior rapidez possível”, pontuou. 

Ainda de acordo com Arcoverde, as discussões a respeito da formação da CCJ estão encerradas. Ele garante que não ficaram ranhuras entre os parlamentares após o processo. “A Assembleia sempre foi a casa do diálogo e do consenso. Estamos contemplados com a presidência da CCJ”, pontuou.

A vice-presidência da Comissão de Constituição e Justiça continuou com Henrique Pires (MDB). A expectativa é que no próximo ano ele seja o candidato à presidência da comissão, em um acordo costurado entre  MDB e Progressistas. 

Edição: João Magalhães
Por: Natanael Souza - Jornal O Dia

Deixe seu comentário