Após novo aumento do combustível, Wellington confirma reunião com a Petrobrás e senadores

Com o novo aumento o preço médio da gasolina em Teresina deve chegar à casa dos R$ 7,50. Os governadores apresentam como alternativa, para reduzir o valor do combustível, a capitalização do fundo de equalização

26/10/2021 10:00h - Atualizado em 26/10/2021 10:09h

Compartilhar no

O governador Wellington Dias confirmou que aguarda uma reunião para a próxima quarta (27) com representantes da Petrobrás e senadorespara discutir o preço dos combustíveis no país. Nesta terça a companhia petrolífera anunciou mais um reajuste no preço dos combustíveis que já acumula 73% de crescimento somente em 2021. Com o novo aumento o preço médio da gasolina em Teresina deve chegar à casa dos R$ 7,50.  Os governadores apresentam como alternativa, para reduzir o valor do combustível, a capitalização do fundo de equalização do combustível, como era em 2016, podendo chegar a custar em torno de R$ 4,50.


Leia Mais
Após reunião com senadores, Wellington anuncia acordo para votar gasolina a R$ 4,50 
“Compro gasolina ou compro comida”, diz consumidora após novo aumento de combustíveis 
Governadores vão apresentar proposta que reduz gasolina para R$ 4,50 à Câmara Federal 


Wellington Dias, que é um dos líderes do Fórum dos governadores do Brasil, é contra um projeto aprovado na Câmara que unifica o percentual de ICMS cobrado pelos estados em todo o país. A medida resultaria em uma perda de R$ 24,1 bilhões em arrecadação apenas para os estados. Para os governadores, a alternativa é a redução da carga tributária. De acordo com os gestores a alteração no preço dos combustíveis não pode ser colocada em cima do ICMS, já que este não sofre alteração há vários anos.

Wellington explicou sobre a reunião com a Petrobrás e reforçou que os governadores buscarão um entendimento.

 “Estamos organizando para quarta-feira uma agenda ainda não confirmada com o presidente do senado Rodrigo Pacheco, um representante de cada região, o Comfaz, e a Petrobrás para ver se a gente chega a um entendimento”, concluiu o governador. 

FOTO: Elias Fontenele/ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário