Após consenso, deputados estaduais destinarão R$ 4 milhões para o São Marcos em 2022

Maior centro de tratamento do câncer no Piauí, o hospital enfrenta uma grave crise desde o mês de fevereiro quando a prefeitura de Teresina decidiu não renovar o contrato vigente com a instituição.

01/12/2021 12:27h - Atualizado em 01/12/2021 12:45h

Compartilhar no

O presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Themístocles Filho (MDB), anunciou na manhã desta quarta (01) que, após um consenso,  deputados estaduais decidiram destinar em 2022 cerca de R$ 4 milhões para a Associação Piauiense de Combate ao Câncer Alcenor Almeida (APCCAA), mantenedora do Hospital São Marcos. Maior centro de tratamento do câncer no Piauí, o hospital atende cerca de 98% de todos os pacientes do estado que sofrem do mal e  enfrenta uma grave crise desde o mês de fevereiro  quando a prefeitura de Teresina decidiu não renovar o contrato vigente com a instituição.

Como informou o portal ODia, sem conseguir acordo com a Prefeitura de Teresina desde fevereiro, o Hospital São Marcos foi obrigado a reduzir de 17 para 10 a capacidade de atendimento diária  de teresinenses em tratamento de câncer. Os pacientes são encaminhados pela Fundação Municipal de Saúde, mas sem o repasse da Prefeitura. Filas enormes são registradas diariamente no órgão,pacientes chegam a passar a noite e dormir na calçada do hospital em busca de uma senha de atendimento.


Leia Mais: 
Alepi pede informações da Prefeitura de Teresina sobre repasses para o São Marcos 
Dr. Pessoa não fecha acordo e São Marcos reduz em 40% atendimentos de pessoas com câncer 
Dr. Pessoa barra repasse de R$8 milhões para tratamento oncológico 
Com déficit R$ 2 milhões mensais, Hospital São Marcos busca apoio da bancada federal 

Ainda este ano o Sâo Marcos reuniu a bancada federal e revelou que possui um déficit de cerca de R$ 2 milhões mensais  chegando a mais de R$ 20 milhões de perda em um ano. Acentuando a crise, o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, barrou o envio de R$ 8 milhões da bancada federal, via Fundação Municipal de Saúde, para o órgão.

Themístocles explicou como serão destinados os R$ 4 milhões de reais e salientou que a expectativa é que todos os parlamentares se unam para tentar ajudar os pacientes com câncer. “Iremos destinar a emenda de bancada, de trinta parlamentares, para o hospital São Marcos. Para atender esse problema de tantas pessoas que vai buscar tratamento do câncer no hospital São Marcos. Será em torno de no mínimo R$ 4 milhões, com uma junção de todos, dos 30 deputados ou a maioria que queira assinar”, finalizou o deputado. 

FOTO: Assis Fernandes/ODIA

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário