• Curta Doar
  • Teresina 167 anos
  • Casa dos salgados
  • Novo app Jornal O Dia

Mesmo no MDB, Luiz Júnior deve acompanhar Firmino nas eleições

O emedebista foi indicado para o cargo de candidato a vice-prefeito pelo MDB, por decisão pessoal de Themístocles.

06/08/2019 06:53h - Atualizado em 07/08/2019 07:41h

O vice-prefeito de Teresina, Luiz Júnior, deve marchar com o grupo de Firmino Filho nas eleições do próximo ano. Apesar de ainda estar filiado ao MDB, partido que rompeu relações com o Palácio da Cidade desde a polêmica eleição da mesa diretora da Câmara Municipal, em 2017, Júnior diz que está confortável na gestão municipal e que vai ser coerente ao definir o rumo que vai tomar em 2020. 

“Assumi o compromisso com os teresinenses. Estou respeitando, tenho coerência e respeito, o mandato que o povo me deu. Tenho que aguardar e no momento oportuno tornar a decisão. A tendência é seguir com esse grupo. Sempre fui bem recebido. Me sinto bem na gestão. Vou manter a coerência e na hora certa tomar minha decisão", disse o vice-prefeito. 


O professor sinaliza que deve deixar o atual partido e migrar para uma sigla da base do prefeito Foto: Elias Fontinele/O Dia

Ex- reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Luiz Júnior chegou a vice prefeitura de Teresina em 2016, após ser indicado por Themístocles Filho (MDB) para compor chapa com Firmino Filho, que disputava a reeleição. Caso confirme a permanência no grupo do atual prefeito, Júnior deve buscar outra filiação partidária. Ele confirma que já recebeu convites de alguns partidos da base aliada, incluindo o PSDB.

Apesar de ressaltar a tendência de não seguir no MDB nas próximas eleições, apoiando a possível candidatura de Dr. Pessoa, o vice- prefeito fez questão de elogiar o trabalho realizado pelos líderes da sigla. “São pessoas experientes, políticos tradicionais que conhecem a política de Teresina e do Piauí. Espero que todos me respeitem no sentido que vou tomar uma decisão”, pontuou.

Por: Natanael Souza - Jornal O Dia

Deixe seu comentário