Alckmin dá cargo a neta de Montoro, ex-governador e cofundador do PSDB

Escolha foi um gesto de Alckmin para contemplar a família Montoro

14/05/2011 13:39h

Compartilhar no

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, nomeou a neta do ex-governador e fundador do PSDB André Franco Montoro, Mariana Montoro, para ser coordenadora de marketing do governo. Desde o início da semana, ela dá expediente no Palácio dos Bandeirantes.

A escolha foi um gesto de Alckmin para contemplar a família Montoro, que estava insatisfeita com o tratamento recebido no governo.

Mariana havia sido substituída no início do ano pela filha do ex-governador Orestes Quércia, Andréa Quércia, na Coordenadoria Estadual de Programas para a Juventude, vinculada à Secretaria de Esportes.

Quércia, que morreu no final do ano passado em virtude de um câncer, apoiou o PSDB em São Paulo, contrariando a decisão nacional do PMDB de se aliar a Dilma Rousseff. Quando ele renunciou à candidatura ao Senado em razão da doença, Andréa anunciou o apoio da família ao candidato tucano ao Senado, Aloysio Nunes Ferreira, que foi eleito.

Em reservado, os tucanos se diziam incomodados com a troca da guarda entre dois sobrenomes tão emblemáticos da política paulista.

Montoro foi um dos responsáveis por abrir a dissidência do PMDB que deu origem ao PSDB, em 1988. Uma das razões para a cizânia, na época, foi justamente a divergência do grupo que originou o PSDB com o governo Quércia, que havia sido vice de Montoro e que o sucedeu.

O gesto de Alckmin de readmitir Mariana no governo e a ação de bombeiros do partido contribuíram para que o ex-deputado Ricardo Montoro, filho do ex-governador, decidisse ficar no partido.

A decisão foi tomada após uma espécie de "concílio" familiar dos Montoro. Montoro havia confessado "extremo desconforto" no PSDB em entrevista à colunista da Folha Mônica Bergamo.

Andréa, filha do ex-governador Quércia e coordenadora de Juventude de SP

Compartilhar no
Fonte: Folha.com
Por: Vera Magalhes

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário