• Clínica Shirley Holanda
  • Semana do servidor
  • Netlux
  • SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Adriana Sousa é nomeada para diretoria no Ministério da Saúde

Portaria de nomeação foi assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Dornelles Lorenzoni, e publicada na edição desta terça-feira (9) do Diário Oficial da União.

09/07/2019 09:25h - Atualizado em 09/07/2019 13:52h

A médica Adriana da Silva e Sousa foi nomeada para exercer o cargo de diretora do Departamento de Sáude Digital da Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde.

A portaria de nomeação foi assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Dornelles Lorenzoni, e publicada na edição desta terça-feira (9) do Diário Oficial da União.

"É com muita alegria, muita honra e senso de responsabilidade que estou assumindo agora o departamento de Saúde Digital do Ministério da Saúde. Eu, que sempre estive - nos últimos seis, sete anos - à frente do movimento médico, em defesa de uma saúde de qualidade. É, de fato, um momento muito importante pra mim, e acredito também ser importante termos uma pessoa representando o estado do Piauí no atual governo do nosso presidente Jair Messias Bolsonaro. É uma conquista muito grande pra todos nós que estivemos lutando em prol das mudanças necessárias no nosso país. Eu, realmente, me sinto muito honrada em participar desse processo de transformação do país, sobretudo na minha área, e eu espero corresponder, me esforçar, me dedicar, para que a gente possa avançar nesse setor que é tão carente de atenção e de mudanças", afirma Adriana.

Adriana Sousa ficou conhecida no estado ao se tornar uma das principais líderes do movimento "Vem pra Rua", um dos que organizou manifestações por todo o país pedindo o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), entre os anos de 2015 e 2016.

O ministro Luiz Henrique Mandetta e a diretora de Saúde Digital da pasta, Adriana Sousa, ambos médicos (Foto: Arquivo pessoal)

A médica piauiense candidatou-se a deputada federal pelo PSL no pleito de 2018, mas não foi eleita, tendo conquistado 14.754 votos. 

No início do último mês de dezembro ela se mudou para Brasília, onde iniciou um curso de especialização na Fundação Getúlio Vargas (FGV). "Eu decidi que ia me dedicar um pouco, agora, à parte científica. Eu tinha em mente que eu precisava me qualificar mais, me dedicar aos estudos e desacelerar um pouco na política", afirma Adriana.

Proximidade com ministro Mandetta

Adriana Sousa mantém já há alguns anos uma relação de amizade com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM). Ela explica que se aproximou do colega de profissão através da atuação na defesa dos profissionais da medicina e da saúde pública no país.

"Eu sou amiga do ministro Mandetta há, mais ou menos, sete anos. Eu sou uma das fundadoras de um movimento médico, e o ministro Mandetta sempre foi um grande entusiasta da saúde pública, um defensor das causas que envolvem o movimento médico, e que envolvem também melhorias no setor. Então, há muitos anos temos essa relação de amizade e de parceria em lutas. Na verdade, eu fui convidada não só pela amizade, mas também por essa história na defesa da classe médica e da saúde no país. Espero contribuir, e que a gente possa fazer um excelente trabalho", conclui Adriana.

Por: Cícero Portela

Deixe seu comentário