“Questão matemática”, diz Henrique Pires sobre redução de partidos da base

O MDB é uma das siglas que seriam beneficiadas pela conjuntura que o governador Wellington Dias tenta criar

07/12/2021 15:06h - Atualizado em 07/12/2021 15:14h

Compartilhar no

O deputado estadual Henrique Pires (MDB) defendeu a redução dos partidos que compõem a base do governo para a eleição do próximo ano diante das tratativas do governador Wellington Dias (PT) de concentrar os parlamentares da situação em apenas três siglas: PT, MDB e PSD. Para ele, a diminuição é necessária como estratégia eleitoral. 

“É uma questão matemática. Como as coligações acabaram, você tem que juntar em menos partidos. Quem não fizer 80% do coeficiente eleitoral nem se quer coloca um parlamentar, seja na Câmara ou na Assembleia. Então, isso é uma obrigação nacional. Entende-se que vai ficar na Câmara (Federal) de 8 a 10 partidos, no máximo”, afirmou.

Foto: Assis Fernandes / O Dia

O MDB é uma das siglas que seriam beneficiadas pela conjuntura que o governador Wellington Dias tenta criar. Membros da sigla já haviam requerido o apoio do chefe do Executivo para a formação das chapas proporcionais. As conversas para a construção do partido para a disputa para Alepi e Câmara Federal são encabeçadas pelo deputado Themístocles Filho e o senador Marcelo Castro. 

Orçamento

Segundo Henrique Pires, relator do Orçamento do Estado para 2022, a proposta que deverá ser votada na comissão no dia 14 de dezembro,  sofrerá ajustes em seu texto original para adequar os reajustes apresentados pelo governo. 

“Não terá grande mudança, mas haverão reajustes. Por exemplo, o governo propõe o reajuste de 7,26%. Se aplicarmos esse reajuste da forma que o Executivo propõe na própria Assembleia, o recurso para o ano vai ser menor que o desse ano. Esse tipo de ajuste tem que ser feito para dar garantia para que o Ministério Público, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Defensoria Pública e a própria Assembleia tenham segurança em suas realizações. Não só o pagamento de seus funcionários, como para as construções e reformas e custeio”, afirmou. 

O parlamentar comentou ainda que serão incluídos no orçamento recursos para reestruturação da Uespi, compra de motocicletas para a Segurança Pública e compra de cestas básicas. Ele citou ainda há proposta de valores para obras de saneamento no litoral do estado e duplicação de estradas.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário