• Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

“Me ofereci”, diz Sílvio sobre pré-candidatura de vice na chapa do PSDB

Atualmente sem partido, o ex-prefeito precisa se filiar a uma sigla para viabilizar seu nome na chapa majoritária.

12/03/2020 08:00h

Ex-prefeito de Teresina, Silvio Mendes afirmou, em entrevista ao Jornal O Dia, que as tratativas para compor chapa do PSDB na disputa pela sucessão de Firmino Filho no Palácio da Cidade partiram dele próprio. “Me ofereci, não fui convidado por ninguém”, disse, reforçando que sua experiência como ex-gestor do município o credencia para o cargo e para manutenção do legado tucano na cidade.


Leia também: Kleber Montezuma deve ser o candidato do PSDB em Teresina 


Mendes explicou porque optou por não ser cabeça de chapa, uma vez que seu nome é um dos mais bem avaliados em pesquisas de opinião de voto. Ele pontua que, enquanto vice, poderia ajudar a administração da cidade, mas sem as mesmas exigências e obrigações cobradas do chefe do Executivo municipal, posto que só ocuparia eventualmente.

“Para ser prefeito de uma cidade como Teresina, é preciso ter tempo integral e dedicação exclusiva para essa missão, é dessa forma que funciona, mesmo tendo uma equipe qualificada, como eu tive a oportunidade de ter. Não tenho esse tempo disponível, e não seria correto em assumir parcialmente”, argumenta o ex-prefeito da capital.


O médico elogiou Kleber Montezuma como gestor da educação - Foto: Assis Fernandes/O Dia

Para isso, Silvio Mendes precisa confirmar sua filiação partidária até o prazo determinado pela legislação eleitoral, dia 6 de abril. A expectativa é que ele retornasse ao ninho tucano porém, como o entendimento é de que o Progressistas (PP) indique o vice na chapa do pré-candidato tucano, não descarta retornar a esta agremiação, de onde saiu ainda em 2018. “Não conversei com ninguém. Sou oferecido, como disse, mas não fui aceito. Não sei se serei”, reforça o médico.

Caso Silvio Mendes seja confirmado para a vaga, deverá ter como companheiro de chapa o atual secretário municipal de Educação, Kleber Montezuma, que pode ser anunciado oficialmente como pré-candidato na próxima semana, este, avaliado positivamente pelo ex-gestor da capital piauiense.

“Ele não é simpático, pois se confunde a simpatia com concessões. Por mais amigo que o Kleber seja de uma pessoa, ele não é capaz de fazer uma coisa errada para beneficiar quem quer que seja, e ao dizer não ele é considerado antipático ...Não quero uma pessoa simpática, quero um gestor para a cidade, e isso ele é, porque provou com os resultados do seu trabalho e de sua equipe".

Por: Breno Cavalcante, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário