“Ficou desconfortável estar ao lado de Bolsonaro”, diz Dr. Hélio ao confirmar saída do PL

O presidente da sigla no Piauí, Fábio Xavier, inclusive, já comunicou ao governador Wellington Dias que também deixará o PL.

02/12/2021 12:17h

Compartilhar no

Os deputados estaduais Dr. Hélio e Coronel Carlos Augustorevelaram o motivo que levaram os dois a deixar o Partido Liberal no Piauí, a razão tem nome e sobrenome, Jair Bolsonaro. A chegada do Presidente da República ao partido  inviabilizou o futuro político da sigla no estado, o PL deve passar por um grande esvaziamento com todos os três deputados estaduais e os dois federais deixando a sigla. O presidente da sigla no Piauí, Fábio Xavier, inclusive, já comunicou ao governador Wellington Dias que também deixará o PL.

Muito ligado aos governos de Wellington Dias, Dr. Hélio chegou a indicar o secretário de justiça em anos anteriores e sempre teve forte participação na gestão. Para o deputado apoiar Jair Bolsonaro seria um incômodo. “Nós temos uma posição aqui no estado que ficou muito desconfortável com essa definição do PL a nível federal”, revelou o deputado.

Dr. Hélio ainda teceu vários elogios ao PSD, e praticamente selou a sua ida ao partido. “O PSD sempre foi um partido que teve sempre um olhar muito carinhoso e uma relação muito próxima ao deputado Georgiano e o deputado Júlio. É um partido importante que tem crescido muito no estado do Piauí e tem um projeto nacional. Ficamos honrados com a abertura e as possibilidades dadas. Tão logo seja possível firmaremos nossa posição junto ao PSDB”, disse. Presos apenas por formalidades, os deputados só poderão assinar a ficha de filiação ao novo partido em 2022, entre março e abril, período em que se abre a janela partidária.

FOTO: Arquivo ODia

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!

Compartilhar no

Deixe seu comentário