“A fila não anda”, diz Samuel Silveira sobre vacinação contra Covid-19 em Teresina

O delegado e ex-vereador criticou a gestão municipal atual, comandada pelo prefeito Dr. Pessoa

30/07/2021 09:25h

Compartilhar no

O delegado Samuel Silveira usou sua rede social para criticar o andamento da vacinação contra Covid-19 em Teresina e a gestão municipal atual, comandada pelo prefeito Dr. Pessoa (MDB). Segundo ele, a vacinação por idade não anda e a cidade vive um atraso.

“A política de atenção básica não chega a quem precisa. A vacina atrasada, quem nunca parou de trabalhar na pandemia, como os funcionários de supermercado e farmácia, não conseguiu ser vacinado preferencialmente. A vacinação por idade, já determinada pelo Estado, não anda. Vivemos essa frustração coletiva!”, disse na postagem. 

(Foto: reprodução/rede social)

O ex-vereador chegou a citar a antiga gestão, comandada pelo ex-prefeito Firmino Filho, que faleceu no dia 06 de abril deste ano, como uma administração municipal que apresentava dados e salvava vidas.

“No primeiro ano da pandemia, Teresina foi exemplo com uma gestão pautada na ciência, em dados, estudos, estatísticas e toda a administração voltada para salvar vidas. O que vemos agora é atraso!”.

Atualmente, a campanha de vacinação contra a covid-19 em Teresina contempla pessoas de 39 anos, para o recebimento da primeira dose do imunizante, e que o agendamento pode ser feito no site da Fundação Municipal de Saúde, através do link: http://vacinaja.fms.pmt.pi.gov.br/.

Em Teresina, 71% das pessoas que integram os grupos contemplados pelo Plano Nacional de Imunização (PNI) e seguidos pelo município já receberam a 1ª dose e 25% 2ª dose. Vale lembrar que os municípios são orientados pelo PNI, elaborado pelo Governo Federal, mas cada cidade tem autonomia para aplicar ou não as recomendações, de acordo com a quantidade de doses recebidas.

Samuel Silveira destaca que a responsabilidade em avançar com a vacinação é “municipal principalmente, porque é quem efetivamente aplica o Plano de Imunização. A fila não anda! Teresina fica para trás e tem o pior desempenho do Nordeste na vacinação!”, argumenta o delegado. 

Compartilhar no

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário