• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

‘Ciro não seria senador sem o apoio do PT’, diz Assis Carvalho

Assis Carvalho revelou que a orientação do diretório estadual do Partido dos Trabalhados é que as lideranças evitem o embate com o Progressista

03/02/2020 16:44h

O deputado federal Assis Carvalho (PT) criticou a atitude do Progressistas no que ele classificou como antecipação da eleição estadual de 2022, numa crítica declarada as alianças construídas pelo senador Ciro Nogueira (Progressista) em Teresina e nos municípios do interior para fortalecer sua pretensão ser candidato a governador. 

Assis Carvalho revelou que a orientação do diretório estadual do Partido dos Trabalhados é que as lideranças evitem o embate com o Progressista. O deputado reconheceu a contribuição de Ciro Nogueira com o desenvolvimento do Piauí, afirmou que ele ainda tem muito a colaborar com a gestão do governador Wellington Dias (PT)  e que um rompimento agora causaria prejuízo ao Estado. 

“Antecipar as eleições de 2022 para agora é um erro. Como presidente estadual do partido, venho recomendando aos líderes para que isso não aconteça, porque é até antipático você antecipar 2022 quando não organizamos 2020. O Progressistas tem uma contribuição extraordinária a dar ao Piauí. A força do senador Ciro Nogueira pode nos ajudar muito. Ajuda contribuindo como o governo, não fazendo enfrentamento para 2022. A sociedade não aprova esse tipo de comportamento”, disse. 

O deputado declarou ainda que o PT tem um histórico de vitórias no Piauí sem o apoio do Progressistas, mas que a sigla é grata pelas alianças construídas nas últimas eleições. Para ele, Ciro Nogueira deve seu mandato de senador ao apoio do PT nas eleições de 2018. 

“Ganhamos as eleições de 2022 sendo adversário do PP, ganhamos as eleições de 2006 sem o PP. Recebemos pela primeira vez o apoio do PP em 2014 e somos gratos por esse apoio. Agora a pergunta é outra: não fosse a aliança do PP com o PT em 2018, o Ciro Nogueira seria senador? Não quero acreditar que ele acredite que seria senador sem o apoio do PT”, pontuou. 

Eleição municipal

Ao aceitar comparar as gestões do PSDB com o PT, Assis Carvalho listou os programas habitacionais desenvolvidos em Teresina, a construção do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), da Ponte Estaiada e de Unidades Básicas de Saúde. O deputado disse que o prefeito Firmino Filho é ingrato pela contribuição do partido com a cidade.   

“Lamento pela prefeitura de Teresina ter feito a opção de agredir quem tanto ajudou Teresina. Acho que temos que dizer o que vamos fazer daqui para frente, porque pra trás o PT fez muito mais. Se tirar o que Alberto Silva e o PT fizeram em Teresina, vai ficar pouca coisa feita pelo PSDB”, finalizou. 

Por: Otávio Neto

Deixe seu comentário