VÍDEO: PF cumpre mandados em Teresina, José de Freitas e Timon contra fraudes no INSS

Estão sendo cumpridos dois mandados de prisão e sete de busca e apreensão. Quadrilha desviou quase R$ 2 milhões dos cofres públicos com fraudes.

08/06/2021 08:25h - Atualizado em 08/06/2021 08:51h

Compartilhar no

A Polícia Federal está cumprindo mandados de prisão e de busca apreensão nas cidades de Teresina, José de Freitas e Timon para investigar uma quadrilha acusada de fraudar benefícios do INSS e desviar aproximadamente R$ 2,1 milhões dos cofres públicos. No decorrer da investigação, foram identificados pelo menos 34 benefícios assistenciais com indícios de fraudes.


Ao todo, 35 policiais federais participam da ação executando dois mandados de prisão preventiva e sete mandados de busca. Além do cumprimento das ordens judiciais, a justiça também determinou, a pedido da PF, o bloqueio das contas bancárias vinculadas a 40 CPF’s envolvidos nas fraudes, bem como a suspensão dos 34 benefícios assistenciais irregulares.


Os benefícios fraudados eram, em sua maioria, concedidos a idosos e o que chamou a atenção foi que um dos investigados teve suas fotografias replicadas em diversos documentos de identificação, se passando por pessoas inexistentes. Daí a operação ter sido batizada de Réplica.


Uma vez autuados, os investigados poderão responder pelos crimes de Associação Criminosa, estelionato majorado e uso de documento falso.

Compartilhar no
Por: Com informações da Polícia Federal

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que um link seja apontado para a fonte!


Deixe seu comentário