• SOS Unimed
  • Novo app Jornal O Dia

Vídeo mostra ação de suspeitos de sequestrarem gerentes de bancos

Nas imagens, os dois presos na manhã de hoje (30) adentram a casa de um gerente no momento em que o portão automático fecha.

30/01/2020 12:47h - Atualizado em 30/01/2020 15:27h

O Greco (Grupo de Repressão ao Crime Organizado) prendeu, na manhã desta quinta-feira (30), dois homens suspeitos de praticarem crimes de extorsão mediante sequestro, modalidade conhecida como "sapatinho". Os indivíduos teriam envolvimento em pelo menos dois crimes ocorridos em Teresina e em Caxias - MA. A identidade da dupla não foi revelada devido à Lei de Abuso de Autoridade.

Segundo informações do delegado Tales Gomes, coordenador do Greco, os dois homens, um de 28 anos e outro de 55 anos, foram presos no bairro São Francisco, na cidade de Timon - MA. Em posse dos suspeitos foram encontradas drogas, balança de precisão, munição e roupas usadas na ação.

Objetos apreendidos com os suspeitos. (Foto: Assis Fernandes/O Dia)

A dupla é suspeita de sequestrar um gerente de banco privado de Teresina no estacionamento de um supermercado localizado na zona Sudeste, no dia 17 de dezembro do ano passado.

"Ele saiu de casa e foi pra esse supermercado, ao colocar as compras no bagageiro foi rendido por dois sujeitos, colocado no próprio carro e levado para a residência dele. Lá ele foi ameaçado com a esposa e os familiares para ir ao banco no dia seguinte tirar o dinheiro. Só que ele conseguiu convencer os sequestradores de que não tinha acesso ao cofre. Ele era gerente do banco, mas da parte administrativa", afirma o delegado.


Delegado Tales Gomes. (Foto: Assis Fernandes/O Dia)

Após desistirem de dar continuidade ao plano, os dois sequestradores roubaram objetos de valor da família, como joias, celulares, notebooks e televisores, e fugiram do local no veículo do gerente, que foi encontrado abandonado dias depois.

Já o outro crime ocorreu na cidade de Caxias - MA, no dia 07 de janeiro. Na ocasião, os suspeitos adentraram a residência de um gerente do Banco do Brasil no momento em que ele chegava em casa do trabalho. A vítima foi abordada na garagem da residência, mas reagiu a ação e entrou em luta corporal com os suspeitos, vindo a ser atingido por estilhaços de bala no pé.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais é possível ver o momento em que os dois suspeitos adentraram a residência na vítima segundos antes do portão automático fechar. Dentro da casa, os sequestradores se dirigem ao carro da vítima que estava estacionando na garagem. "O gerente entrou em luta corporal para tomar a arma de um dos bandidos e acabou sendo efetuado um disparo que atingiu ele no pé. Ele começou a gritar e alarmar, os vizinhos saíram pra rua e os envolvidos fugiram em uma Saveiro branca", relata o delegado Tales Gomes.


Um dos suspeitos, de 55 anos, já esteve preso no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, acusado de envolvimento em crimes semelhantes. Já o outro era procurado por ter cometido um crime de homicídio em Teresina. Durante a prisão, o Greco também deu cumprimento ao mandado de prisão por homicídio.

Segundo o delegado Tales Gomes, a investigação continua e outros integrantes da quadrilha já foram identificados. 

Por: Nathalia Amaral

Deixe seu comentário