• Banner OAB
  • Campanha da Santa Missa
  • Vencer 03
  • Vencer 02
  • Vencer 01
  • Prerrogativas da advogacia
  • Peregrinos da fé
  • Novo app Jornal O Dia

Três pessoas são presas suspeitas de "saidinha" de banco em Teresina

Com os suspeitos, a polícia conseguiu recuperar dois carros, uma motocicleta, uma pistola 380 além de munições intactas.

21/02/2020 16:30h - Atualizado em 21/02/2020 18:56h

Três homens suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em “saidinha” de banco foram presos em flagrante na manhã desta sexta-feira (21), quando deixavam uma agência bancária no bairro Jóquei, na Zona Leste de Teresina. Eles não tiveram as identidades reveladas.

A polícia chegou até os suspeitos depois que um dono de combustível foi roubado na semana passada. Na ação, os criminosos conseguiram roubar R$ 28 mil. Segundo o delegado Ademar Canabrava, titular do 12º DP, os homens vinham sendo monitorados há pelo menos 15 dias.

Veículos apreendidos pela polícia. Foto: Divulgação Polícia Civil. 

“Eles (suspeitos) roubaram R$ 28 mil de um proprietário de um posto de combustível. Começamos as investigações há 15 dias. Hoje, como é véspera de carnaval colocamos duas equipes na agência bancária na Zona Leste, tínhamos a placa do veículo dos suspeitos, identificamos o veículo no local, e por volta das 11h30 conseguimos prender os três”, conta.

“Tinha um outro carro que servia de base para a ação criminosa. Ele estava parado no Riverside. Um dos presos confessou também que uma motocicleta dava apoio. Todos os veículos foram apreendidos”, completou.

Segundo o delegado, um dos membros da quadrilha ficava dentro da agência para passar informações das vítimas aos comparsas do lado de fora. Depois que os clientes saiam, o grupo cometia o crime.  

Material apreendido. Foto: Polícia Civil.

“O criminoso que ficava dentro da agência se passava por cliente, via os saques das vítimas e avisava aos comparsas do lado de fora. Então já sabendo o valor que a vítima levava, eles faziam a abordagem. A vítima não tinha nem como dizer que não estava com o valor, porque o comparsa de dentro já sabia porque viu”, explicou.  

Com os suspeitos, a polícia conseguiu recuperar dois carros, uma motocicleta, uma pistola 380 além de munições intactas. Os presos foram levados à Central de Flagrantes e vão responder pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa. 

Edição: Adriana Magalhães
Por: Jorge Machado, do Jornal O Dia

Deixe seu comentário